AS 16 MELHORES Piadas de Padre Pequei

Abaixo está nossa coleção de anedotas e lista de piadas engraçadas sobre Padre Pequei . Existem algumas piadas padre pequei curtas que ninguém sabe (para contar aos seus amigos) e para fazer você rir alto.

Reserve algum tempo para ler aqueles trocadilhos e quebra-cabeças em que você faz uma pergunta com respostas ou onde a configuração é a conclusão. Esperamos que você encontre esses trocadilhos com padre pequei engraçado o suficiente para contar e fazer as pessoas rirem.

Top 10 Padre Pequei piadas e trocadilhos mais engraçados

Um sacerdote instrui seu aluno sobre como lidar com as confissões.

Ambos entram no confessionário e o padre diz ao seu aluno para assistir o que ele estava fazendo.
Uma mulher entra no confessionário e diz:
— Perdoe-me, eu pequei.
— Qual é o seu pecado? - o padre pergunta.
— Eu traí o meu marido.
— Há quanto tempo você vem traindo ele?
— Há cerca de três meses.
— Você deve acender 10 velas e orar por 10 dias, e os vossos pecados serão perdoados -, o sacerdote instrui a mulher sai.
Após 10 minutos outra mulher entra e diz:
— Perdoe-me por eu ter pecado.
— Qual é o seu pecado? - ele pergunta a ela.
— Eu venho traindo meu marido por meio ano.
— Você deve acender 20 velas e orar por 20 dias, e os vossos pecados serão perdoados -, diz ele para a mulher e sai.
Após essas duas confissões, o sacerdote decide deixar seu aluno tentar lidar por si mesmo e o deixa na cabine. Outra mulher entra e diz:
— Eu venho traindo meu marido e eu quero o perdão.
O estudante pergunta:
— Há quanto tempo você vem traindo ele?
— Há cerca de cinco meses.
A mulher então ouve alguém escrevendo bastante em um caderno e depois de cerca de dois minutos o aluno diz:
— Eh... Você poderia traí-lo por mais um mês, porque assim eu teria números redondos.

O padre estava no confessionário, quando de repente lhe dá uma inadiável vontade de ir ao banheiro.

Como as confissões não podem ser interrompidas, ele chama o coroinha que passava por ali, para substituí-lo por alguns instantes. Deixou com ele uma lista dos principais pecados e das penitências correspondentes, e partiu para o banheiro.
A primeira pessoa que ele atende já vai logo se confessando:
— Padre, eu pequei!
Ele engrossou a voz para se fazer passar pelo padre:
— Qual foi o seu pecado, meu filho?
— Eu dei a bunda, seu padre!
Ele procura na lista e não encontra nada sobre dar o bunda. Sem saber que penitência deveria dar, ela pede licença e sai à procura do padre.
No caminho, encontra outro coroinha e pergunta:
— O que o padre dá para quem dá a bunda?
O coroinha responde:
— Pra mim ele dá um pastel e uma coca!

Uma voz feminina sussura:


— Padre, perdoa-me porque pequei...
— Diga-me, filha, quais são os teus pecados?
— Padre, o demônio da tentação se apoderou de mim, uma pobre pecadora.
— Como é isso, filha?
— Quando eu falo com um homem tenho sensações no corpo que não sei descrever.
— Filha, apesar de padre, eu tambem sou um homem.
— Sim, padre, por isso vim confessar-me com o senhor.
— Bem, filha, como são essas sensações?
— Não sei bem como explicá-las... Neste momento meu corpo se recusa cair de joelhos e necessito ficar mais à vontade.
— Sério?
— Sim, padre, deseja relaxar... O melhor seria deitar-me...
— Como, filha?
— De costas para o piso, padre, até que passe a tensão.
— E que mais?
— É como um sofrimento, em que não encontro palavras para descrever, padre.
— Continue, minha filha.
— Talvez um pouco de calor me alivie.
— Calor?
— Calor, padre, calor humano, que leve alívio ao meu padecer.
— E com frequência é essa tentação?
— Permanente, padre. Por exemplo, neste momento imagino que suas mãos massageando a minha pele me daria muito alívio.
— Filha?
— Sim, padre, me perdoa, mas sinto necessidade de que alguém forte me estreite em seus braços e ne dê o alívio de que necessito.
— Por exemplo, eu?
— Sim, padre, você é a categoria de homem que imagino poder me aliviar.
— Perdoa-me, minha filha, mas preciso saber tua idade.
— Setenta e quatro, padre.
— Filha, vai em paz que o teu problema é reumatismo.

Um padre moderninho assumiu a paroquia da cidadezinha e resolveu informatiza-la:

colocou micro no altar, no confessionário, na sacristia...
Implementou uma rede a 100 mbits com switch, servidores NT com raid-5 e mirroring, intranet baseada em NC e Oracle 8 com orientação a objetos, canal de dados/voz via satélite com o Vaticano...
Implantou o Sistema SAP R/3 que controla tudo como o estoque de hóstias, controle de casamentos, fluxo de caixa dos bingos, dizimo a receber, etc...
No dia em que o sistema SAP de calculo de penitencias do confessionário entrou em produção, o padre recebe uma garota para se confessar:
— Deus te abençoe minha filha, só um instante que estou me logando... pronto, pode falar, quais sao os teus pecados?
— Padre eu pequei... Foi com meu namorado... eu tentei resistir mas...
— Vamos filha, fale logo se não o sistema da time-out na conexão.
— Ta bom, padre... eu deixei meu namorado beijar meus seios e...
O padre interrompendo-a digita afobado:
— ... Bei-jar-os-sei-os e "enter". Ok, filha, reza duas ave maria e pronto.
— Próximo!
— Não padre, não acabei ainda...
— Então fale filha, antes que entre a proteção de tela.
— Bom padre, dai, ele me fez segurar seu bilau e...
— ... Se-gu-rar o pê-nis e "enter". Bom, então reza mais três pai nosso e tá perdoada.
— Próximo!
— Não padre, ainda tem mais...
— Então fale filha, que daqui a pouco o banco sai do ar para o back-up.
— Dai padre, ele tirou minha calcinha e colocou metade...
— ... Co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro-45"!
— Vou redigitar: co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro-45" de novo.
O padre pega a pasta com a documentação do sistema:
— Vamos ver: erro 40... 42... 43... 44... tá aqui: erro 45.
Apos ler a mensagem do erro, o padre pede para a garota:
— Filha, faz o seguinte: volta lá com o seu namorado e pede para ele enfiar tudo, porque nesse release o SAP não aceita fração.

Confessando

Certa vez, uma mulher foi se confessar:
- Padre! Eu pequei!
- E como foi isso, minha filha?
- Bem, eu estava sozinha em casa e meu namorado chegou.
- Continue...
- Entao, ele me abracou.
- Sim, sim, continue...
- Depois, ele me agarrou.
- Sim, prossiga...
- Depois, ele me beijou!
- Sim, sim, e o que mais?
- Ai, enquanto me beijava, ele comecou a tirar
a minha roupa. E quando eu estava quase nua....
- Sim! Sim! Continue! Continue!!!
- Ai a minha mae chegou, seu padre.
- Maldita velha!!!

O padre capelão não pode ir confessar e pede a um dos seminaristas, já prestes a concluir o curso, que faça isso por ele, pois o seminarista já pode ir treinando. O seminarista vai para o confessionário e vem a primeira beata se confessar. A beata vai contando os pecados e deixa os pecados mais cabeludos (êpa!) para o final.
— ... e pequei contra a castidade, padre.
(Ela acha que é um padre mesmo.) - E que pecado foi esse?
O seminarista parece querer detalhes e a beata esclarece. O seminarista escuta... "Puxa! que pecado!" - pensa ele e fica sem saber que penitência deve dar à pobre pecadora. "O que o padre capelão daria de penitência numa situação dessas?" Ele não sabe e o jeito é perguntar.
— Me diga uma coisa: quando é com o padre capelão, o que é que ele dá?
— O padre capelão? Hum! Ele só dá santinho...

Seduzido Por Mulher Casada

No confessionário, chega José e confessa:
— Padre, eu pequei. Fui seduzido por uma mulher casada que se diz séria.
— És tu, José?
— Sou, Sr. Padre, sou eu.
— E com quem estivestes tu?
— Padre, eu já disse o meu pecado... Ela que confesse o dela.
— Olha, mais cedo ou mais tarde eu vou saber, assim é melhor que me digas agora!... Foi a Isabel Fonseca?
— Os meus lábios estão selados, disse José.
— A Maria Gomes?
— Por mim, jamais o saberá...
— Ah! A Emengarda?
— Não direi nunca!
— A Rosa do Carmo?
— Padre, não insista!
— Então foi a Catarina da pastelaria, não?
— Padre, isto não faz sentido.
O Padre rói as unhas desesperado e diz-lhe então:
— És um cabeça dura, José, mas no fundo do coração admiro a tua reserva. Vai rezar vinte Pais-Nossos e dez Ave-Marias... Vai com Deus, meu filho...
José sai do confessionário e vai para os bancos da igreja. O seu amigo Maneco desliza para junto dele e sussurra-lhe:
— E então? Conseguiu a lista?
— Consegui. Já tenho cinco nomes de mulheres casadas que dão para todo mundo.

Técnica nova

- Sr. Padre, eu pequei. Fui seduzido por uma mulher casada que se dizia séria .
- Então tu, Carlos?
- Sim, Sr. Padre, sou eu.
- E com quem estivestes tu?
- Padre, eu já disse o meu pecado... ela que confesse o dela.
- Repara, Carlos, mais cedo ou mais tarde eu vou saber, assim é melhor que mo digas agora. Foi a Isabel Fonseca?
- Os meus lábios estão selados.
- A Maria Gomes?
- Por mim, jamais o sabere¡...
- Ah! A Maria José?
- Não direi nunca!!!
- A Rosa do talho?
- Padre, não insista!!!
- Então foi a Catarina da pastelaria, não?
- Padre, isto não faz sentido....
O Padre rói as unhas desesperado e diz-lhe então:
- Tú és um cabeça dura, Carlos, mas no fundo do coração admiro a tua reserva. Vai rezar vinte Pais-Nossos e dez Ave-Marias... Vai com Deus, meu filho....
Carlos sai do confessionário e vai para os bancos da igreja.
O seu amigo Pedro desliza para junto dele e sussurra-lhe:
- E então? Deu certo?
- Sim. Tenho cinco nomes de mulheres casadas que dão para todo mundo!!!

Em uma pequena cidade o padre já cansado de ouvir tanto casos de traição, decidiu criar um código para as mulheres, e quando elas dissessem que tinham "escorregado na calçada" ele já saberia que elas tinham traído os maridos.
Esse código funcionou bem por vários anos e ficou conhecido por todos na cidade, porém um dia o padre da cidade foi substituído por um novo padre que não conhecia o código. Uma mulher que havia traído o marido vai então ao novo padre se confessar:
— Padre, dai-me a vossa benção, porque eu pequei. Ontem eu escorreguei na calçada.
O padre sem entender o código, disse:
— Minha filha, e quem te disse que escorregar na calçada é pecado? Vá com Deus e não se preocupe, porque isso não é pecado.
No mesmo dia aparece outra mulher e conta a mesma história:
— Me perdoe, padre, porque eu escorreguei na calçada.
O padre explica pra ela que aquilo não era pecado, mas a história continua a se repetir nos dias seguintes. Decidido a resolver o problema o padre chama o prefeito para uma conversa.
— Senhor prefeito, as calçadas dessa cidade precisam urgentemente de reformas. Várias mulheres dessa cidade já me contaram que escorregaram nas calçadas.
O prefeito da cidade que já conhecia o código começou a rir da história, mas foi interrompido pelo padre:
— O assunto não é motivo de risadas, senhor prefeito, a sua mulher por exemplo já escorregou duas vezes na última semana.

Qual a penitência

O padre estava atendendo no confessionário, quando deu uma inadiável vontade de ir ao banheiro.
Como as confissões não podiam ser interrompidas, ele chamou uma freira que passava por ali para substituí-lo por alguns instantes.
Deixou com ela uma lista dos principais pecados e das penitências correspondentes.
A freira, muito solícita, concordou.
A primeira pessoa que ela atendeu foi uma bichinha, que já foi logo confessando:
- Padre, eu pequei.
A freira engrossou a voz para se fazer passar pelo padre:
- Qual foi o seu pecado filho?
A bichinha respondeu:
- Eu dei o rabo, padre.
A freira procurou na lista e não encontrou nada sobre dar o rabo.
Sem saber que penitência deveria dar, pediu licença e saiu à procura do padre. No caminho, encontrou um coroinha e perguntou:
- O que o padre dá para quem dá o rabo?
O coroinha respondeu:
- Pra mim ele dá um pastel e uma coca.

Tentação no Confessionário

Uma voz feminina sussura:
— Padre, perdoa-me porque pequei...
— Diga-me, filha, quais são os teus pecados?
— Padre, o demônio da tentação se apoderou de mim, uma pobre pecadora.
— Como é isso, filha?
— Quando eu falo com um homem tenho sensações no corpo que não sei descrever.
— Filha, apesar de padre, eu tambem sou um homem.
— Sim, padre, por isso vim confessar-me com o senhor.
— Bem, filha, como são essas sensações?
— Não sei bem como explicá-las... Neste momento meu corpo se recusa cair de joelhos e necessito ficar mais à vontade.
— Sério?
— Sim, padre, deseja relaxar...O melhor seria deitar-me...
— Como, filha?
— De costas para o piso, padre, até que passe a tensão.
— E que mais?
— É como um sofrimento, em que não encontro palavras para descrever, padre.
— Continue, minha filha.
— Talvez um pouco de calor me alivie.
— Calor?
— Calor, padre, calor humano, que leve alívio ao meu padecer.
— E com frequência é essa tentação?
— Permanente, padre. Por exemplo, neste momento imagino que suas mãos massageando a minha pele me daria muito alívio.
— Filha?
— Sim, padre, me perdoa, mas sinto necessidade de que alguém forte me estreite em seus braços e ne dê o alívio de que necessito.
— Por exemplo, eu?
— Sim, padre, você é a categoria de homem que imagino poder me aliviar.
— Perdoa-me, minha filha, mas preciso saber tua idade.
— Setenta e quatro, padre.
— Filha, vai em paz que o teu problema é reumatismo.

Você pode explorar piadas para fazer com padre pequei curtas do Reddit, incluindo frases e brincadeiras. Leia-os e você entenderá quais piadas são engraçadas. Aqueles de vocês que têm adolescentes podem contar charadas de padre pequei limpo. Há também trocadilhos com padre pequei para crianças, 5 anos, meninos e meninas.

O Galã da Capital

Em uma igreja chique de um bairro chique de uma próspera cidade do interior, a madame vai se confessar:
— Padre, eu pequei... O senhor me conhece, sabe que eu nunca traí meu marido, mas depois que apareceu aquele
homão da cidade por aqui, padre... Aquele pedaço de mau caminho... O senhor sabe, né... A carne é fraca...
O padre passa-lhe um sermão e pede que, como penitência, ela deixe uma oferta de 200 reais para as obras da igreja.
Logo depois aparece uma outra mulher com a mesma história a respeito do galã da capital. Novo sermão e a penitência sobe para 500 reais.
E nos dias seguintes as mulheres faziam fila na paróquia, para confessar que traíram os maridos com o forasteiro bonitão.
Até que mais uma pessoa entrou no confessionário e o padre, tomado pelo hábito, disse:
— Pode falar, filha... Cometeu adultério com o tal garanhão?
— Não, padre! — disse uma voz grossa. — Eu sou o garanhão!
— Ah, resolveu confessar os pecados, não é? Olha que são muitos...
— Não... Só vim avisá-lo que se quiser terminar a reforma da igreja, vai ter que me pagar 50% do valor das penitências, senão eu mudo de paróquia, viu!

O garoto tinha uns 18, foi entrando na igreja.

ao se aproximar do confessionário foi logo dizendo:
— Padre eu pequei. - Conte-me seu pecado, filho. - Padre, ontem a noite, todo mundo lá de casa saiu e só ficou eu e minha namorada, então cê sabe como é, papo-vai, papo-vem e eu acabei papando ela. - Meu filho, sexo antes do casamento é um pecado grave, reze 10 pai nossos, e 20 ave Marias. No outro dia lá tava o garoto de novo:
— Padre eu pequei... ontem a noite minha família toda saiu e só ficou eu e minha empregada, papo-vai, papo-vem eu acabei papando ela. - Meu filho, reze 20 pai nossos, e 40 ave Marias. No dia seguinte:
— Padre eu pequei... ontem a noite minha família toda saiu e só ficou eu e minha prima, sabe como é, padre a carne é fraca, então papo-vai, papo-vem, acabei papando ela. - reze 40 pai nossos e 60 ave Marias. E nisso se foram dias e dias . Um dia era a tia, no outro a irmã, o irmão, a tia , a mãe , o pai, o avô, até que um dia... - Padre, preciso falar com o senhor. - DENOVO???? Você não tem jeito mesmo, né? - Padre, o negocio é o seguinte: hoje toda a minha família saiu de casa e só ficou eu... Então eu resolvi vir aqui bater um papo com o senhor.

Padre Moderninho

Um padre moderninho assumiu a paroquia da cidadezinha e resolveu informatiza-la: colocou micro no altar, no confessionário, na sacristia...
Implementou uma rede a 100 mbits com switch, servidores NT com raid-5 e mirroring, intranet baseada em NC e Oracle 8 com orientação a objetos, canal de dados/voz via satélite com o Vaticano...
Implantou o Sistema SAP R/3 que controla tudo como o estoque de hóstias, controle de casamentos, fluxo de caixa dos bingos, dizimo a receber, etc...
No dia em que o sistema SAP de calculo de penitencias do confessionário entrou em produção, o padre recebe uma garota para se confessar:
— Deus te abençoe minha filha, só um instante que estou me logando... pronto, pode falar, quais sao os teus pecados?
— Padre eu pequei... Foi com meu namorado... eu tentei resistir mas...
— Vamos filha, fale logo se não o sistema da time-out na conexão.
— Ta bom, padre... eu deixei meu namorado beijar meus seios e...
O padre interrompendo-a digita afobado:
— ...bei-jar-os-sei-os e "enter". Ok, filha, reza duas ave maria e pronto.
— Próximo!
— Não padre, não acabei ainda...
— Então fale filha, antes que entre a proteção de tela.
— Bom padre, dai, ele me fez segurar seu bilau e...
— ...se-gu-rar o pê-nis e "enter". Bom, então reza mais três pai nosso e tá perdoada.
— Próximo!
— Não padre, ainda tem mais...
— Então fale filha, que daqui a pouco o banco sai do ar para o back-up.
— Dai padre, ele tirou minha calcinha e colocou metade...
— ...co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro-45"!
— Vou redigitar: co-lo-cou me-ta-de e "enter"... opa! Deu "Erro-45" de novo.
O padre pega a pasta com a documentação do sistema:
— Vamos ver: erro 40... 42... 43... 44... tá aqui: erro 45.
Apos ler a mensagem do erro, o padre pede para a garota:
— Filha, faz o seguinte: volta lá com o seu namorado e pede para ele enfiar tudo, porque nesse release o SAP não aceita fração.

Pecando com o namorado

A moça entra no confissionário e diz:
- Perdoe-me padre, porque eu pequei.
O padre pergunta:
- Diga seus pecados e será perdoada.
A moça diz:
- Ontem à noite meu namorado fez amor comigo sete vezes.
O padre pensa um pouco e diz:
- Pegue sete limões e esprema-os. E depois tome o suco, sem açúcar.
- Isso me livra do meu pecado? - pergunta a moça.
O padre responde:
- Não, minha filha. Mas pelo menos tira este ar de felicidade da sua cara!

Rapaz:
— Padre, confesso que pequei com uma garota.
Padre:
— Com quem?
Rapaz:
— Não posso dizer.
Padre:
— Se você não disser, não te absolverei. Foi com a Cidinha de 18 anos, filha do Tobias e da Arlete, que mora na rua Santana?
Rapaz:
— Não!
Padre:
— Foi com a Maria Aparecida de 16 anos, filha do Josué e da Teresa, que mora na rua 13 de Maio?
Rapaz:
— Não!
Padre:
— Foi com a Rosângela de 28 anos, filha do Cláudio e da Maria, que mora na rua do Bambú?
Rapaz:
— Não padre! Não posso dizer!
Padre:
— Então se retire, mas não te darei a absolvição!
Fora da Igreja o amigo perguntou-lhe com tinha ido a confissão e êle:
— O Padre não me absolveu, mas deu 3 boas dicas, com nome, idade, filiação e endereço!

Basta pensar que existem piadas baseadas na verdade que podem derrubar governos, ou piadas que fazem as meninas rirem. Muitos padre pequei piadas e trocadilhos são piadas que deveriam ser engraçadas, mas algumas podem ser ofensivas. Quando as piadas vão longe demais, são cruéis ou racistas, tentamos silenciá-las e é ótimo se você nos der feedback sempre que uma piada se tornar intimidadora e inadequada.

Sugerimos usar apenas padre pequei brincadeiras para adultos e blagues para amigos. Algumas das piadas sujas e sujas são engraçadas, mas use-as com cautela na vida real. Tente se lembrar de piadas engraçadas que você nunca ouviu para contar a seus amigos e elas vão fazer você rir.

Piadas