AS 27 MELHORES Piadas de Carona

Abaixo está nossa coleção de anedotas e lista de piadas engraçadas sobre Carona . Existem algumas piadas carona curtas caminhoneiro que ninguém sabe (para contar aos seus amigos) e para fazer você rir alto.

Reserve algum tempo para ler aqueles trocadilhos e quebra-cabeças em que você faz uma pergunta com respostas ou onde a configuração é a conclusão. Esperamos que você encontre esses trocadilhos com carona engraçado o suficiente para contar e fazer as pessoas rirem.

Top 10 Carona piadas e trocadilhos mais engraçados

Cão Motorista

O guarda de trânsito para um carro onde o motorista é um cachorro e o passageiro, um homem.
— Você é louco? — pergunta o guarda ao homem, nervoso — Como é que deixa um cachorro dirigir um automóvel?
— Não tenho nada com isso — responde o homem — Ele só tá dando uma carona pra mim!

O Jegue e os Macacos

Um bando de macacos resolveu viajar e, dada a distância, eles pegaram uma carona com um jegue.
Quando já estavam mais ou menos na metade do caminho, o pobrejeguinho se excitou e parou, então um dos macacos resolveu descere ver o que havia acontecido.
Ao olhar debaixo do animal, gritou:
- Desce todo mundo que o Cardã quebrou!

No temporal, solícito, humanitário, o motorista de caminhão deu carona à antiga estrela de um famoso cabaré da região que, ele não podia saber, já era até meio surda. Naquela enorme falta de assunto inicial, resmungar da chuva era o mais fácil, e foi o que ele fez:
— Chuva cacete, hein?
— Chupo sim — Respondeu a carona.

Um rapaz rico acaba de se formar em ( emgenharia mecatronica ) o pai mais que orgulhoso descinde fazer a vontade do moleque e lhe da uma mercedes bens zerada.
A primeira coisa que o garoto faz e acelerar nas estradas de chão indo para a fasenda do primo rico,derrepente um caipira pede carona inesperadamente ele da a carona ao jeca parando o carro ele ficou espantado com a pintura que reluzia em seus olhos pergunta o jeca( se me da uma carona? ) já dei entra logo pô ao centar no estofado o jeca fala ( uai sô ess portrona e mai mole qui minha cama 10 veiz sô ) e o jeca mala começa a perguntar tudo do carro, enchendo o saco do motorista, que já estava ficando irritado com aquilo tudo.
E o jeca continua,e continua... Ate perguntar da estrela que estava em cima do capo do mercedão o cara irritado pensa ( e agora que eu mato esse jeca do coração ) nervoso diz o rapaz, aquilo não e estrela e uma mira para atropelar os outros, logo em seguida estava um vilarejo e lá havia uma velha senhora que atravessava a rua, o rapaz acelerou o carro em direção à geleia e quando chegou bem perto jogou o carro bruscamente para a esquerda e de vouta para a direita, quando ele olha no retrovisor ve a velhinha ( que mais parecia uma atleta olímpica com um sauto mais mortal )para o carro com o jeca dizendo( eee oseis da cidade grande são muito burro mes seu num abro a porta se num pega veia!!)

Porta CDs

O cara foi num motel numa sexta-feira. Assim que entrou, reconheceu o carro do amigo que se encontrava estacionado e com o vidro do carona semi-aberto. Na mesma hora lhe veio a vontade de fazer uma gozação com o amigo, foi ate la e reparou que havia um porta CDs no painel. Sem nenhum esforco pegou o porta CDs e se mandou para curtir sua transa. No dia seguinte ligou para o amigo e esperando sua reação, lhe perguntou:
— E ai, o que conta de novo?
E o amigo respondeu:
— Tô muito puto da vida. Minha mulher pegou meu carro sexta-feira para ir a casa da mãe dela e lá alguém conseguiu abrir o carro e roubou todos os meus CDs.

Freira pegando carona

Uma freirinha estava viajando com seu calhambeque pela estrada quando acontece uma pane no motor. Ela encosta o carro e, como vê que não tem jeito, pede carona na estrada. Neste momento passa uma caminhonete da Embratel e o motorista resolve dar carona à freirinha. Durante a viagem, conversa vai, conversa vem, ela pergunta o que ele está transportando.
- Irmã, é a tecnologia! Com isto aqui eu posso falar com qualquer pessoa no mundo, esteja ela onde estiver!
- Que maravilha... Não importa onde? - perguntou a freirinha.
- É isso aí, irmã.
- Que coisa boa, meu filho. Olha, tem uma irmã da nossa congregação, a irmã Terezinha, que saiu em missão para a África, e nós não temos notícias dela a 3 anos. Se você pudesse me deixar falar com ela, eu faria qualquer coisa por você, meu filho.
- Qualquer coisa? - disse o motorista com um sorriso nos lábios.
Ele então encosta a caminhonete na estrada, abre o zíper da calça, abaixa a cueca e, mostrando seu instrumento já duro, diz:
A freirinha abaixa a cabeça, pega a coisa com as duas mãos, aproxima a boca e diz:
- Alô, Terezinha!!! Você tá me escutando????

Avacalhando a Carona

O sujeito ia com seu carro esporte por uma estrada do interior quando avistou um velhinho com uma vaca, pedindo carona. Ele resolve parar, mas diz que não há como a vaca acompanhar o carro.

Mas o velhinho garante:
— Tem pobrema não, seu moço. É só amarrar ela no pára-choque que ela vai.

Então eles seguem e o homem resolve brincar com a vaca e aumenta a velocidade gradativamente: 60, 80, 100, 120. E nada da vaca dar sinais de cansaço.

Quando o velocímetro atinge 150 km/h, ele vê a vaca com a língua para fora e diz:
— Olha, meu senhor, eu disse que sua vaca não ia agüentar! Ela já colocou a língua pra fora.

O velhinho, sem se abalar, pergunta:
— Pra que lado tá a língua?

O homem, intrigado, responde:
— Para a esquerda.

— Ah, então encosta que ela tá pedindo passagem!

Carona Na Dutra

O português está viajando pela Dutra quando vê uma loira de minissaia pedindo carona. Ele pára o carro.
- Para onde você está indo? - pergunta ela.
- Para São José dos Campos!
Ela sobe no carro e os dois começam a bater papo.
Algum tempo depois, num ato de extrema coragem, o português consegue vencer a timidez e pousa suavemente a mão nas pernas da moça.
Ela olha para ele com um sorriso malicioso e diz:
- Se quiser ir mais longe eu não me importo!
Ele foi até o Rio de Janeiro!

Esta é a história de um caminhoneiro que viajava por todo Brasil e seu lema era:


— 'MEU NOME É JOÃO, SOU DO MARANHÃO, SOU GOSTOSÃO E ENTROU NA MINHA BOLÉIA, NÃO TEM PERDÃO'. Mas já estava há dois meses dirigindo pelas estradas em jejum, não conseguia pegar nenhuma mulher. Eis que, de repente, ele vê à sua frente uma freira, novinha, bonitinha, pedindo carona. Ele pensa:
— Que Deus me perdoe! Parou o caminhão e a freira subiu. - Bom dia, meu filho! Você poderia me levar à cidade mais próxima? - Bom dia, dona freira! Claro, mas tem um pequeno problema: meu nome é João, sou do Maranhão, sou gostosão e entrou na minha boleia, não tem perdão. - Calma, meu filho! Aqui na frente está reservado para Deus, porém atrás está livre. Não deu outra, o João traçou a freirinha. Dirigindo pela estrada, João ficou pensando na besteira que tinha feito, quando ela disse:
— Meu filho, pode parar que eu vou descer aqui nesta fazenda. João concordou e se desculpou:
— Dona freira, me desculpe pelo que fiz com a senhora, que Deus me perdoe, mas a senhora entende como é ficar solitário muito tempo... A freira respondeu:
— Não tem problema, porque MEU NOME É JUVENAL, SOU DE NATAL, SOU HOMOSSEXUAL E ESTA É A MINHA FANTASIA DE CARNAVAL

Certo dia um rapaz seguia com seu carro por uma estrada mineira, quando foi abordado por um homem armado até os dentes.

Então o tal homem foi lhe dizendo:
— Saia do carro! - Mas espera... o que esta acontecendo? - indaga o rapaz aflito. - Fique quieto e abaixe as calças e se masturbe! - Mas... - 'Mas' nada! Agora! - grita o homem, muito bravo. Então o rapaz meio, teve que se masturbar até chegar ao orgasmo. - E aí? - perguntou a vítima - Tá bom agora? - De Novo! - diz o tal homem - O que??? Você esta maluco? Eu não... - Vai logo, eu estou ordenando! O rapaz se masturbou de novo e a 'tortura' prosseguiu por mais seis orgasmos. Finalmente, completamente sem forças, o moço disse:
— Eu não agüento mais! Faça comigo o que quiser, mas não consigo mais pensar em nada relacionado a sexo! O homem diz:
— Você tem certeza? - Claro! Não agüento mais! Foram seis vezes, uma atrás da outra! Estou acabado! - Muito bom... - Diz o homem sorrindo. Ele se vira para o matagal atrás dele e grita:
— LOLITA! Pode vir aqui, minha filha! Agora está seguro pra você pegar uma carona com este senhor até Pirapora!

O sujeito ia com seu carro esporte por uma estrada do interior quando avistou um velhinho com uma vaca, pedindo carona.

Ele resolve parar, mas diz que não há como a vaca acompanhar o carro.
Mas o velhinho garante:
— Tem pobrema não, seu moço. É só amarrar ela no pára-choque que ela vai.
Então eles seguem e o homem resolve brincar com a vaca e aumenta a velocidade gradativamente: 60, 80, 100, 120. E nada da vaca dar sinais de cansaço.
Quando o velocímetro atinge 150 km/h, ele vê a vaca com a língua para fora e diz:
— Olha, meu senhor, eu disse que sua vaca não ia agüentar! Ela já colocou a língua pra fora.
O velhinho, sem se abalar, pergunta:
— Pra que lado tá a língua?
O homem, intrigado, responde:
— Para a esquerda.
— Ah, então encosta que ela tá pedindo passagem!

Você pode explorar piadas para fazer com carona reluzente curtas do Reddit, incluindo frases e brincadeiras. Leia-os e você entenderá quais piadas são engraçadas. Aqueles de vocês que têm adolescentes podem contar charadas de carona limpo. Há também trocadilhos com carona para crianças, 5 anos, meninos e meninas.

O caminhoneiro estava levando uma carga enorme de galinhas do interior para a cidade.


Na cabine, pra lhe fazer companhia, estava o papagaio dele, o Arilson. No meio da estrada apareceu uma gostosona pedindo carona.
Necessitado, como todo caminhoneiro, ele parou na hora e levou o mulherão. Conversa vai, conversa vem e o caminhoneiro avançou o sinal.
— Pare com isso! — gritou a moça, indignada — Seu tarado!
O caminhoneiro não quis nem saber:
— Ou dá ou desce!
E a moça continuou negando.
Nisso ele jogou o papagaio pra carroceria do caminhão pra ele não ficar assistindo a cena de camarote. E continuou tentando. Mas nada da moça liberar.
— Ou dá ou desce! Ou dá ou desce! — repetia ele.
E não é que a moça desceu?
Então ele seguiu viagem. Quando parou e foi conferir a carga, levou o maior susto! Os caixotes estavam todos vazios, não tinha nenhuma galinha na carroceria. Aliás, tinha só uma, no cantinho, encurralada pelo papagaio que repetia:
— Ou dá ou desce! Ou dá ou desce!

Um Gaúcho que foi viajar com seu caminhão lá para o nordeste, passando 3 meses na estrada, quando voltava para o RS, lá em São Paulo viu na beira da estrada uma freira que pedia carona.
O gaúcho por ser, muito religioso deu carona para a freira, seguindo viagem acompanhado, pela freira que era uma jovem de 18 anos e muito bonita.
Começou a dar cantada na moça:
— Sabe irmã, já faz 3 meses que estou viajando sem voltar para casa. Ficar todo esse tempo sem sexo não é fácil...
— Que tal? A irmã poderia me resolver o problema? Vou parar o caminhão e vamos dar uma?
— O que é isso, você é louco? Isso é pecado! Além do mais sou virgem e quero manter a minha virgindade para sempre!
Mas o gaúcho não parou de insistir, e a freira:
— Bom como você me deu carona te faço uma proposta para resolver o teu problema. Como sou virgem, posso te dar só cú para tirar a tua tesão.
— Pode ser... Aceito!
Pararam o caminhão a freira ergueu o vestido e ele comeu a freira.
Depois seguindo viagem, ele começou a sentir remorso pelo que fez com a freira.
— Eu peço desculpas pelo que fiz mas, você pode entender que a vida de camioneiro não é fácil.
A freira concorda:
— A minha vida é mais díficil ainda. Eu sou um viado, tenho que me vestir de freira pra poder dar o cú.

A loira ia de carona em um caminhão, quando de repente o motorista para pouco antes de uma ponte e diz:


— Sinto muito, mas você vai ter de descer, vou ter que pegar outro caminho.
— Por quê? — quis saber ela.
— Tá vendo aquela placa ali:
"Altura máxima permitida 6 metros".
A carga do meu caminhão está com quase sete metros.
— Ah! Só por causa disso? Pode ir tranquilo, não tem nenhum guarda por perto!

Amante do Mineirinho

O mineirinho saiu do escritório, encontrou a sua secretária no ponto de ônibus e caía a maior chuva. Ele parou o carro e perguntou:
— Você quer uma carona?
— Claro… respondeu ela, entrando no carro.
Chegando no edifício onde ela mora, ele parou o carro para que ela saísse e ela o convidou para entrar no seu apartamento.
— Não quer tomar um cafezinho, um whisky, ou alguma coisa?
— Não, obrigado, tenho que ir para casa.
— Imagine, o senhor foi tão gentil comigo, vamos entrar só um pouquinho.
Ele subiu, atendendo ao pedido da moça. Ao chegarem no apartamento, ele tomava seu drink enquanto ela foi para dentro e voltou, toda gostosa e perfumada.
Depois de alguns gorós, quem pode aguentar? Ele caiu, literalmente. Transou com a secretária e acabou adormecendo.
Por volta das 4:00 hs da manhã, ele acordou, olhou no relógio e levou o maior susto. Aí ele pensou um pouco e disse à sua secretária:
— Você me empresta um pedaço de giz?
Ela entregou-lhe o giz, ele pegou, colocou atrás da orelha e foi pra casa…
Lá chegando, encontrou a mulher louca de raiva e ele foi logo contando…
— Quando saí do trabalho dei carona para a minha secretária. Depois que chegamos no prédio onde ela mora, ela me convidou para subir e me ofereceu um drink. Em seguida, ela foi para o banho e retornou com uma camisola transparente e muito linda, e após vários goles acabamos indo para a cama e fizemos amor. Aí dormi e acordei agora há pouco… A mulher deu um berro e falou…
— Seu mentiroso sem vergonha, estava no bar jogando sinuca com os seus amigos. Nem sabe mentir, até esqueceu o giz aí atrás da orelha...

O executivo ficou trabalhando até mais tarde e sua secretária, tadinha, teve que ficar também.

Terminados os afazeres, já eram dez da noite e o mínimo que ele poderia fazer era oferecer uma carona pra ela.
Chegando na casa da moça, ela o convidou para subir e ele, para ser gentil, aceitou. Lá em cima, bebeu um whiskie e logo já estava na cama com ela.
Depois de algumas horas de trabalho duro, ele pegou no sono e acordou às quatro da manhã, desesperado. No meio do caminho pra casa ele comprou um giz e colocou na orelha. Chegando em casa a mulher o recepcionou:
— Posso saber onde o senhor estava até uma hora dessas?
— Ai, amorzinho... Eu dei carona pra minha secretária aí nós tomamos umas doses, eu acabei transando com ela e só acordei às 4 da manhã!
— Deixa de ser mentiroso, seu cachorro! Você estava é jogando bilhar com os seus amigos! Pensa que eu não tô vendo o giz que você esqueceu na orelha?

A freira estava andando pela rua quando de repente uma loira lhe ofereceu carona.

Muito agradecida, ela aceitou e entrou no carro. Uma reluzente Ferrari vermelha com estofado de couro.
— Que belo carro a senhora tem! — comentou a irmã — Deve ter trabalhado ardentemente para tê-lo comprado, não é mesmo?
— Não foi bem assim não, Irmã! — respondeu a loira — Na verdade eu ganhei de um empresário que dormiu comigo por um tempo!
A freira fica um pouco chocada, mas não diz nada. Então ela olha para o banco traseiro e vê um belo casaco de vison:
— O seu casaco de peles é muito bonito! Deve ter custado uma fortuna, hein?
— Na verdade não me custou muito... Ganhei por causa de algumas noites que eu passei com um jogador de futebol...
Então a freira não falou mais nada durante toda a viagem.
Chegando no convento ela foi para os seus aposentos tomar um revigorante banho quando de repente alguém bate na porta.
— Quem é? — grita ela do banheiro.
— Sou eu! O padre afonso!
Ela sai do banho, veste o seu roupão, vai até a porta e diz:
— Quer saber de uma coisa? Vai te catar! Você e suas balinhas de menta!

O "quase" acidente

Uma vez Manoel pediu carona a uma moto e disse:
- Ei cara me leve para o outro lado da cidade.
Quando eles estavam chegando lá o sinal ficou vermelho e o dono da moto não viu e quase atropelou
a sogra de Manuel foi aí que ele começou a chorar e o cara disse para ele:
- Manuel porquê você está chorando se a gente não atropelou a sua sogra? - Manuel respondeu:
- É por causa disso que eu estou chorando!

Posição Chachorrinho

Dois sujeitos estão indo para o trabalho de carro e estão no meio do congestionamento, meio aborrecidos. O que está dirigindo vê de repente no gramado de uma casa dois cachorros trepando.
— Olha — diz ele para o carona — será que estes cachorros estão brigando?
— Eles estão trepando. — responde o outro — Você não sabe como os cachorros trepam? Não me diga que você não conhece a posição "cachorrinho"?
O motorista, meio sem jeito, admite que nunca trepou nesta posição. O companheiro diz:
— Você tem que experimentar. É muito legal. Olha o que você vai fazer: hoje à noite, quando chegar em casa, você dá uma caipirinha para sua mulher e sugere que vocês devem experimentar esta nova posição.
O motorista diz que vai seguir a sugestão do amigo. No dia seguinte, os dois se encontram no carro e o carona pergunta como é foi a experiência.
— Foi ótimo. Mas eu precisei dar-lhe seis caipirinhas antes que eu pudesse levá-la para a grama.

A loira no confessionário:


— Padre, na semana passada eu cometi um pecado muito grave. Assim que saí da casa do meu noivo, encontrei um ex-colega de faculdade e depois de algum tempo conversando, acabamos na cama... Sabe, seu padre, eu sou tão volátil...
— Volúvel, minha filha.
— No dia seguinte, assim que saí da casa do meu noivo, encontrei um outro amigo, com quem havia trabalhado há alguns anos e depois de algum tempo conversando, acabamos na cama... É que eu sou tão volátil...
— Volúvel, minha filha, volúvel.
— E ontem, seu padre, eu ia saindo da casa do meu noivo, aí um cara bem bonitão me ofereceu carona, eu topei e depois de algum tempo conversando, ele acabou me levando para um motel. Eu sou tão vo... como é mesmo a palavra, seu padre?
— Puta, minha filha, puta!

O executivo saiu do trabalho e viu sua linda secretária no ponto de ônibus, na chuva, tadinha.

Profundamente penalizado com a cena ele resolveu dar uma carona pra moça. Chegando na frente da cara dela, o executivo diz:
— Pronto, Cláudia! Está entregue... Uma boa noite pra você!
— Ai, Doutor Neves... O senhor foi tão bondoso comigo... Suba pra tomar um café!
Chegando lá, ela serviu um cafezinho e disse que iria ao banheiro e já voltava. De repente ela chega com uma camisola transparente e agarra o chefe. Logo eles estão na cama, fazendo hora extra.
Depois de algumas horas de sexo selvagem ele dormiu e só acordou às quatro da manhã. Então ele pensou o que todos os homens pensariam na sua situação:
— Meu Deus! Minha mulher vai me matar!
Então ele não pensou duas vezes. Pegou o telefone, ligou para a sua casa e disse para a esposa, aos berros:
— Não pague o resgate! Eu consegui fugir!

Carona Para a Morena

Um homem ia pela estrada em seu conversível importado quando uma morena deliciosa pediu carona. Conversa vai, conversa vem, pouco depois já estavam íntimos. Porém, numa curva, estoura um pneu, o carro se descontrola e sai da estrada. Chega a polícia rodoviária, um guarda se aproxima e encontra o homem chorando, desesperado, agarrado ao volante.
— Calma, amigo. Não precisa chorar assim. Não aconteceu nada à moça. Quando o carro saiu da estrada, ela foi jogada fora e caiu num monte de palha. Só desmaiou.
— Eu sei, eu sei — soluça o homem. — Mas você viu o que foi que ficou na mão dela?

O caipira estava na beira da estrada pedindo carona quando parou um cara da cidade com a sua mercedes que pensou em dar carona pro caipira so para zoar com o cuitado nao demorou muito o caipira disse ao homem moço pra que serve aquela mira no cabu do seu carro entao o cidadao que ja queria zuar o caipira disse aquilo serve pra matar quando eu quero matar alguem eu miro bem no meio da pessoa e jogo o carro em cima ta vendo aquela velhinha na beira da estrada fica olhando na mira que vc vai ver eu vou pegar bem no meio dela quando o cara chegou com o carro perto da velhinha e desviou o caipira disse: moço se eu nao abro a porta o senhor tinha errado a velhinha.
Escutou um barulhao

Que vaca resistente

Num belo dia de sol um caipira caminhava carregando uma vaca já cansado de caminhar no Sol, quando de repente um ricaço com um carraço parou o carro e disse:

- Entra ai, e amarra a vaca no para-choque. - pensando em tirar uma da cara do mineiro - Te dou uma carona!

O caipira achou estranho mas entrou no carro e amarrou a vaca bem forte. Já que estava morrendo de suor e cansaço.

O ricão estava andando a 50km por hora para ver se a vaca cansava, e nada. Vendo que a vaca não fazia sinal nenhum de casaço comecou a ir a 80 por hora. E foi a 100 por hora e
nada da vaca desmaiar de canseira...

Foi a 120 por hora, e ai sim a vaca pois a língua pra fora.

O rico falou:

- Sua vaca tem uma ótima resistência, so agora que ela se cansou e olha que eu estou a 120km por hora, hein!

Ai o mineiro falou:

- Ela e ansim de tanto nos caminha nesse sorzao, todo santio dia! Mas tem uma coisa qui o sinho ta errado, ela
aindia nao canso nao!

- Mas ela esta com a língua de fora!

- Qui nada ela só ta fazendo sinar que vai ultrapassa oce!

O papagaio aprendeu

Ia o chofer levando o seu caminhão de galinha do interior de Minas para o Rio. Na boléia, para lhe fazer companhia, um papagaio. No meio da estrada, na saída de uma cidadezinha daquelas, apareceu uma moça pedindo carona. O chofer não conversou, a moça era ajeitadinha, ele a botou ao seu lado e sumiu na estrada. Conversa daqui, conversa dali, ele foi direto, cantou logo a moça. Ela disse que não. O chofer ficou uma fera:

- Ou dá, ou desce!

A moça deu uma hesitadazinha, o chofer pegou o papagaio e jogou ele atrás, na carroceria, pra não ficar de voyeur, mas quando se viu sozinho, cadê que ela deu?

- Ou dá, ou desce! - berrou o chofer, já sem paciência.

Não é que a moça desceu? Ficou sozinha ali na estrada e o safado do motorista se mandou para o Rio, pegou ali na altura do Santo Cristo e foi desembarcar na Saúde. Parou o caminhão e quando foi conferir a mercadoria, levou o maior susto da sua vida. Os engradados estavam todos vazios, não tinha uma só galinha no caminhão, ou melhor, tinha uma pobre franguinha, toda encolhidinha lá no fundo, com o papagaio apertando ela no canto:

- OU DÁ, OU DESCE!

Carona Assustadora

Numa noite escura e de temporal, estava uma loira, de nome Paty, na beira de uma estrada secundária mal iluminada pedindo carona. Nenhum carro passava e a tempestade estava tão furiosa que a pobre Paty não conseguia ver dois palmos à frente do nariz!
Subitamente, Paty viu um carro aproximar-se dela e parar.
Radiante, saltou de imediato para dentro do carro e, fechando a porta, se deparou com o fato de não haver ninguém no local do motorista!
O carro reiniciou então a marcha lentamente e Paty, olhando para a estrada, vê uma curva aproximar-se perigosamente.
Aterrorizada e ainda não refeita do choque de se encontrar num carro fantasma, começa a rezar fervorosamente para que a sua vida seja poupada.
Neste instante, quando a curva se encontra a apenas uns escassos metros do carro, uma misteriosa mão surge pela janela do carro e move o volante.
Paralisada pelo terror, Paty continua a observar as constantes aparições da mão à cada curva do caminho.
Até que, reunindo as escassas forças que ainda possuía, salta do carro, se ralando toda e sai em disparada, desesperada, para a cidade mais próxima.
Cansada, encharcada e em estado de choque, entra num café onde emborca de imediato dois drinques: um Martini e Blood Mary, relatando debilmente o que havia acontecido, perante o olhar estarrecido dos outros clientes.
Naquele instante, dois homens entraram no mesmo café, absolutamente encharcados. Imediatamente um deles avisa para o outro:
— Olha lá a loira idiota que entrou no nosso carro enquanto a gente o estava empurrando!

De Arrepiar

PARA QUEM ACREDITA EM HISTÓRIAS DO OUTRO MUNDO ...
Numa noite escura e de temporal, estava uma loira, de nome Paty, na beira de uma estrada secundária mal iluminada pedindo carona.
Nenhum carro passava e a tempestade estava tão furiosa que a pobre Paty não conseguia ver dois palmos à frente do nariz! Subitamente, Paty viu um carro aproximar-se dela e parar. Radiante, saltou de imediato para dentro do carro e, fechando a porta, se deparou com o fato de não haver ninguém no local do motorista!!! O carro reiniciou então a marcha lentamente e Paty, olhando para a estrada, vê uma curva aproximar-se perigosamente.
Aterrorizada e ainda não refeita do choque de se encontrar num carro fantasma, começa a rezar fervorosamente para que a sua vida seja poupada.
Neste instante, quando a curva se encontra a apenas uns escassos metros do carro, uma misteriosa mão surge pela janela do carro e move o volante.
Paralisada pelo terror, Paty continua a observar as constantes aparições da mão à cada curva do caminho. Até que, reunindo as escassas forças que ainda possuía, salta do carro, se ralando toda e sai em disparada, desesperada, para a cidade mais próxima.
Cansada, encharcada e em estado de choque, entra num café onde emborca de imediato dois drinques: um Martini e Blood Mary, relatando debilmente o que havia acontecido, perante o olhar estarrecido dos outros clientes.
Naquele instante, dois homens entraram no mesmo café, absolutamente encharcados. Imediatamente um deles avisa para o outro:
- "Olha lá a loira retardada que entrou no nosso carro enquanto a gente estava empurrando!"

Basta pensar que existem piadas baseadas na verdade que podem derrubar governos, ou piadas que fazem as meninas rirem. Muitos carona jeca piadas e trocadilhos são piadas que deveriam ser engraçadas, mas algumas podem ser ofensivas. Quando as piadas vão longe demais, são cruéis ou racistas, tentamos silenciá-las e é ótimo se você nos der feedback sempre que uma piada se tornar intimidadora e inadequada.

Sugerimos usar apenas carona acostamento brincadeiras para adultos e blagues para amigos. Algumas das piadas sujas e sujas são engraçadas, mas use-as com cautela na vida real. Tente se lembrar de piadas engraçadas que você nunca ouviu para contar a seus amigos e elas vão fazer você rir.

Piadas