AS 50 MELHORES Piadas de Cariocas

Abaixo está nossa coleção de anedotas e lista de piadas engraçadas sobre Cariocas . Existem algumas piadas curtas cariocas carcao que ninguém sabe (para contar aos seus amigos) e para fazer você rir alto.

Reserve algum tempo para ler aqueles trocadilhos e quebra-cabeças em que você faz uma pergunta com respostas ou onde a configuração é a conclusão. Esperamos que você encontre esses trocadilhos com cariocas engraçado o suficiente para contar e fazer as pessoas rirem.

Top 10 Cariocas piadas e trocadilhos mais engraçados

Perseguição gaúcha

Em uma viagem ao Rio Grande do Sul o carioca se vê perseguido por um jovem suspeito.
- Aê, seu guarda! - grita ele a um policial - Me ajuda aqui, pô! Esse veado não quer parar de me seguir!
- Também pudera! - disse o guarda - Com estes olhos azuis, este corpo másculo...

O Poder do Futebol

Menina carioca diz:
— O Flamengo salvou minha vida. Eu estava em coma há dois anos, quando uma enfermeira colocou um rádio em meu quarto. Aí começou o jogo do Flamengo, eu tive que levantar pra desligar aquela merda!

Fio Dental

Manoel e seu amigo Carioca estavam terminando sua refeição em um restaurante (no Brasil) quando o Carioca se liga que esquecera seu fio dental em casa. Preocupado pois não usava palitos de dente pergunta a Manoel.
— Manoel, você usa fio dental?
— Ora Carioca, claro que não. Não sabes que tenho a bunda muito peluda?

Nove em Cada Dez

Um cara com um jornal no numa praça no Rio de Janeiro, lendo uma matéria, fala pro outro que esta no mesmo banco:
— Rapá, nove em cada deixsh cariocaixsh já foram assaltadoxsh, eu sou esse que não foi.
E o outro, com o "bérro na mão":
— Eraixsh mermão, eraixsh.

O Baiano

Estavam um carioca, um paulista e um baiano no boteco do Mercado Modelo, quando o carioca diz aos outros:
- Mermão, esse cara que entrou aí é igual a Jesus Cristo.
- Tás brincando! - dizem os outros.
- Tô te falando! A barba, a túnica, o olhar...
O carioca levanta-se, dirige-se ao homem e pergunta:
- Mermão, digo, Senhor, Tu é Jesus Cristo, não é verdade?
- Eu? Que idéia!
- Eu acho que sim. Aí..., tu é Jesus Cristo!!!
- Já disse que não! Mas fale mais baixo.
- Pô, eu sei que tu é Jesus Cristo.
E tanto insiste que o homem lhe diz baixinho:
- Sou efetivamente Jesus Cristo, mas fale baixo e não digas a ninguém, senão isto aqui vira um pandemônio.
- Mas eu tenho uma lesão no joelho desde pequeno. Me cura aí brother, digo, Senhor!
- Milagres não. Tu vais contar aos teus amigos e eu passo a tarde fazendo milagres.
O carioca tanto insiste que Jesus Cristo põe a mão sobre o seu joelho e cura-o.
- Pô, valeu! Ficarei eternamente grato! - agradece, emocionado, o carioca.
- Sim, sim! Não grites e vai-te embora e não contes a ninguém.
Logo em seguida, chega o paulista...
- Aí ô meu, o carioca disse que és Jesus Cristo e que o curaste...
Tenho um olho de vidro. Cura-me também!
- Não sou Jesus Cristo! Mas fale baixo.
O paulista tanto insistiu que Jesus Cristo passou-lhe a mão pelos olhos e curou-o.
- Oh lôco meu! Obrigado mesmo! Agradece, emocionado, o paulista.
- Vai-te agora embora e não contes a ninguém.
Mas, Jesus Cristo bem o viu contando a história aos amigos e ficou à espera de ver o baiano ir ter com ele. O tempo foi passando e nada.
Mordido pela curiosidade, dirigiu-se à mesa dos três amigos e pondo a mão sobre o ombro do baiano, começou a perguntar:
- E tu, não queres que...
O baiano levanta-se de um salto, afastando-se dele:
- Aê, meu Rei... Tira as mãozinhas de cima de mim, que eu ainda tenho seis meses de licença médica!!!

Português Malandro

Manuel e Joaquim queriam ser malandros e descobriram que no brasil podiam aprender tal coisa então manuel chega pro joeaquim e fala vou pro brasil e qd aprender a malandragem eu volto e te ensino.
o manuel chega no aeroporto do rio de janeiro qd avista um cara bem malandro com camisa da mangueira chega nele e pergunta: - sou de portugal e vim para o brasil para aprender a ser malandro.... nisso o carioca logo saca a do portuga e diz pra ele.....ta vendo a minha mão? entaum de um soco nela....nisso o cara poe a mão em frente a parede e qd o manuel soca o cara tira a mão e ele soca a parede ... nisso o carioca se mija de rir e vai embora.... Manuel nem perde tempo e volta pra portugal.
chegandop no aeroporto de lisboa seu amigo joaqquim ja esta lhe esperando e logo pergunta: -e ae manuel aprendeste a ser um bom malandro?
- é claro sim joaquim.
entaum manuel olha pra um lado e para outro naum encontra nenhuma parede, poe a mão na frente do rosto e diz:
- de um soco na minha mão...

Paulista x Carioca

Um carioca e um paulista estão andando pela praia quando encontram uma lâmpada mágica. De dentro dela surge um gênio que promete realizar um desejo de cada.
E o carioca:
- Quero que o Rio de Janeiro seja cercado por muralhas como as da China, para evitar a entrada dos paulistas.
Plim!
- Prontinho, o seu desejo já está realizado.
E o paulista:
- Gênio, esses muros são resistentes?
- Muito! Nada poderá derrubá-los!
- E são bem altos?
- Mais altos que o Cristo Redentor!
- Então encha dágua!

4 amigos foram acampar em MG,só que cada um deles nasceram em estados diferentes:


*um era gaucho,outro era mineiro,outro era carioca,e o outro era paulista.
Ao chegar no acampamento,o mineiro,o carioca e o paulista começaram a contar piadas sobre o gaucho.
O gaucho estava triste,mas ficou quieto finginto que naum estava acontecendo nada. Depois q eles acabaram de contar as piadas,eles se dirigiram ao gaucho e perguntaram:
— Vc naum vai se defender naum??
— Nao!
— Pq???-perguntaram todos com muita curiosidade.
— Pq eu estou muito magoado.
— O q te fez ficar assim??
— Descobri q minha mulher anda me traindo.
— E o q vc vai fazer c/ ela?
— Vou mandar ela pro RIO de Janeiro,pq lá é lugar de puta. Vou mandar meus filhos pra São Paulo pq lá é lugar de filho da puta. E vim pra MG pq aqui é lugar de corno!!

O Caipira e seus 3 Porquinhos

Em um ônibus que passava por Minas, com destino ao Rio de Janeiro, entrou um caipira com três porcos a tira-colo. Um carioca gozador que estava sentado bem na frente resolveu tirar uma com o caipira:

— E aí, rapá! Levando os porquinhos para passear, cumpadi?

— É, sô! Os bichim nunca viro o mar, né!

— Só! — respondeu o carioca, em tom de deboche — E esses "bichim" tem nome?

— Tem sim sinhô... Essas duas aqui são fêmea... Elas se chamam Suatia e Suavó!

— Ah, é? — continuou o carioca — E essa aqui, deve ser “Sua mãe”, acertei?

— Não, sô... Esse é macho! Chama Seupai... Sua mãe eu comi ontem!

Tipos de Cornos

PAULISTA: Vai fazer terapia.

CARIOCA: Encontra a mulher com outro na cama e se junta a eles!

CEARENSE: Agradece a Deus, pois vê que não é só ele
que pega mulher feia.

CURITIBANO: Não faz nada, pois c#ritibano não fala
com estranhos.

MINEIRO: Mata o homem e continua casado com a mulher,
exatamente como manda a TFM - Tradicional Família Mineira.

GAÚCHO: Ao contrário do mineiro, mata a mulher e fica
com o marmanjo só pra ele.

PARAIBANO: Sendo o CABRA da peste que é, mata os dois e arruma outra no dia seguinte.

GOIANO: Entra em depressão, pega a viola e vai para a rua
à proc#ra de outro corno pra montar mais uma dupla sertaneja.

PERNAMBUCANO: Pega sua fantasia e vai dançar frevo em
Olinda!

BRASILIENSE: De raiva, vai para o Congresso e inventa mais um imposto.

BAIANO: Porque esse negócio de arrumar amante,
tirar a roupa, fazer sexo, ser descoberta pelo marido, etc, dá um trabaaaaaaaalho,
dá uma canseeeeeira,dá um soooooooono…
Meu pai!!!

400 cavalos

Estava um mineiro a andar com o seu burrinho por uma das muitas estradas de Minas Gerais. Num dado momento para do lado do mineiro com seu burrinho uma Ferrari, e dentro dela um carioca muito esperto que batendo no capo do carro diz:
- Aqui dentro tem 400 cavalos!
Entra no carro e sai cantando pneus, deixando uma nuvem de poeira para o mineiro. Um pouco a frente o carioca se distrai e numa curva embica a sua Ferrari num ribeirão.
Um pouco depois o mineiro chega ao local, vendo o carro com a frente dentro da água pergunta:
- Tá dando de beber para tropa, moço?

Você pode explorar piadas para fazer com cariocas minas gerais curtas do Reddit, incluindo frases e brincadeiras. Leia-os e você entenderá quais piadas são engraçadas. Aqueles de vocês que têm adolescentes podem contar piadas sobre cariocas limpo. Há também trocadilhos com cariocas para crianças, 5 anos, meninos e meninas.

Pérolas do vestibular

A edição deste ano 2004 está quase tão boa como a do ano passado.

Imbecilidades tiradas das provas e quase todas da UFRJ e ainda: (com
comentários dos professores.)


1) Lavoisier foi guilhotinado por ter inventado o oxigênio. (Já imaginou?)

2) O nervo ótico transmite idéias luminosas ao cérebro.(Se o cara é obtuso, o nervo dele deve transmitir idéias sombreadas, não é mesmo?)

3) O vento é uma imensa quantidade de ar. (Que coisa! Não tinha pensado nisso.)

4) O terremoto é um pequeno movimento de terras não cultivadas. (Só faltou completar que esse movimento é um braço armado do MST. )

5) Os egípcios antigos desenvolveram a arte funerária para que os mortos pudessem viver melhor. (Nada mais justo. Não dá para viver a eternidade desconfortavelmente)

6) Péricles foi o principal ditador da democracia grega. (Isso. E Stalin foi o principal seguidor de Mahatma Ghandi...)

7) O problema fundamental do terceiro mundo é superabundância de necessidades. (O animal que escreveu isso deve ter raciocinado com a própria abundância e não com o cérebro.)

8) O petróleo apareceu há muitos séculos, numa época em que os peixes se afogavam dentro d'água. (Sim, isso foi no mesmo período geológico em que as aves tinham vertigem e as minhocas claustrofobia.)

9) A principal função da raiz é se enterrar.(Impressionante!)

10) A Igreja, ultimamente, vem perdendo muita clientela. (Posso concluir que a culpa é do Papa, que seria o Vice-Presidente de Marteking. E a Companhia de Jesus, dos Jesuítas, seria a mais antiga das S.A's.)

11) O sol nos dá luz, calor e turistas. (Esse, com certeza é carioca).

12) As aves têm na boca um dente chamado bico. (Fiquei de queixo caído! Ou melhor, de porta-bicos caído.)

13) A unidade de força é o Newton, que significa a força que se tem que realizar em um metro da unidade de tempo, no sentido contrário. (O relógio desta besta deve ter cm, m e km.)

14) Lenda é toda narração em prosa de um tema confuso. (Entendeu né? Todo discurso de político é uma Lenda.)

15) A harpa é uma asa que toca. (Imagine a definição dele para um Trombone de Vara... )

16) A febre amarela foi trazida da China por Marco Polo. (Se Marco Polo tivesse viajado aos EUA traria a Febre Vermelha, dos índios...)

17) Os ruminantes se distinguem dos outros animais porque o que comem, comem por duas vezes. (Este é um grande observador da própria família)

18) O coração é o único órgão que não deixa de funcionar 24 horas por dia. (Imagine o alívio que senti ao ler isso.)

19) Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado. (Deve ter sido o destino do autor da frase.)

20) A insônia consiste em dormir ao contrário. (Perfeito. Morte é viver ao contrário, não é?)

21) A arquitetura gótica se notabilizou por fazer edifícios verticais. (Melhor pular essa.... )

22) A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os românticos escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situação do país.(É... E ainda faltam várias para comentar....)

23) O Chile é um país muito alto e magro. (Confundiu o Chile com o nosso ex-Vice-Presidente, Marco Maciel.)

24) As múmias tinham um profundo conhecimento de anatomia. (Para mim, a mais "marcante" de todas. )

25) O batismo é uma espécie de detergente do pecado original. (Já a Confissão seria o sabonete, para uso diário...)

26) Na Grécia, a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo se envenenavam. (Pensando bem, não é má idéia. O difícil é convencer as pessoas).

27) A prosopopéia é o começo de uma epopéia. (E uma Centopéia deve ser 100 Epopéias. )

28) Os crustáceos fora d'água respiram como podem. (Coragem, faltam poucas).

29) As plantas se distinguem dos animais por só respirarem a noite. (Que perspicácia! )

30) Os hermafroditas humanos nascem unidos pelo corpo. (E, os Xifópagos são indivíduos bi-sexuais...)

31) As glândulas salivares só trabalham quando a gente tem vontade de cuspir. (Bem, já cheguei até aqui....)

32) A fé é uma graça através da qual podemos ver o que não vemos. (Está aberto o caminho para a cura da cegueira...)

33) Os estuários e os deltas foram os primitivos habitantes da Mesopotâmia. (Que que é iiiiiiisso!!!!!! )

34) O objetivo da Sociedade Anônima é ter muitas fábricas desconhecidas. (O Tráfico de Drogas é a maior das S.A's.)

35) A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva. (Faz sentido. O seu Plano de Saúde só serve para quando você está doente, não é?)

36) O Ateísmo é uma religião anônima. (É, é a S. A. de Deus.... )

37) A respiração anaeróbica é a respiração sem ar que não deve passar de três minutos. (Meu medo é descobrir que um quadrúpede desses foi meu aluno...)

38) O calor é a quantidade de calorias armazenadas numa unidade de tempo. (Fala a verdade. Não te dá uma sensação de vazio, impotência...)

39) Antes de ser criada a Justiça, todo mundo era injusto. (Graças a Deus, só falta uma....)

40) Caractere sexual secundário são as modificações morfológicas sofridas por um indivíduo após manter relações Sexuais. (Agora, imagine a aparência de uma prostituta depois de 15 a 20 anos de "Modificações Morfologias".)

Jesus no Bar

Estavam um carioca, um paulista e um baiano no boteco do Mercado Modelo, quando o carioca diz aos outros:
— Mermão, esse cara que entrou aí é igual a Jesus Cristo.
— Tás brincando! – dizem os outros.
— Tô te falando! A barba, a túnica, o olhar...
O carioca levanta-se, dirige-se ao homem e pergunta:
— Mermão, digo, Senhor, tu é Jesus Cristo, não é verdade?
— Eu? Que idéia!
— Eu acho que sim. Aí, tu é Jesus Cristo!
— Já disse que não! Mas fale mais baixo.
— Pô, eu sei que tu é Jesus Cristo.
E tanto insiste, que o homem lhe diz baixinho:
— Sou efetivamente Jesus Cristo, mas fale baixo e não diga a ninguém, senão isto aqui vira um pandemônio.
— Mas eu tenho uma lesão no joelho desde pequeno. Me cura aí, brother, digo, Senhor!
— Milagres não, pelo amor de Papai. Tu vais contar aos teus amigos, e eu passo a tarde fazendo milagres.
O carioca tanto insiste, que Jesus Cristo põe a mão sobre o joelho dele e o cura.
— Valeu, viu! Ficarei eternamente grato!
— Sim, sim, mas não grite! Vá embora e não conte a ninguém.
Logo em seguida chega o paulista.
— Aí, ô meu! O meu amigo disse-me que és Jesus Cristo, e que o curaste. Tenho um olho de vidro, cura-me também!
— Não sou Jesus Cristo! Mas fale baixo.
O paulista tanto insistiu, que Jesus Cristo passou-lhe a mão pelos olhos e curou-o.
— Ô lôco, meu! Obrigado mesmo!
— Agora vá embora e não conte a ninguém.
Mas Jesus Cristo bem o viu contando a história aos outros dois, e ficou à espera de ver o baiano ir ter com ele. O tempo foi passando, e nada. Mordido pela curiosidade, dirigiu-se à mesa dos três amigos, e pondo a mão sobre o ombro do baiano, perguntou:
— E tu, não queres que...
O baiano levanta-se de um salto, afastando-se dele:
— Aê, meu rei! Tira as mãozinhas de mim, que eu ainda tenho seis meses de licença médica!

Num pequeno vilarejo, no meio de Minas Gerais havia um armazém cujo dono, Seu Zé, se gabava de ter tudinho, qualquer coisa que se pedia no balcão. Se não tinha, fazia questão de encomendar a qualquer custo, só para atender o cliente. Com isso a fama dessa mercearia se espalhou por toda a região, e vinha gente de toda parte procurar coisas que não se achava nem na capital Belzonte. Sabendo disso, um carioca — daqueles bem folgados — estava de ferias passando por Minas e decidiu conhecer esse tal Zé do armazém. Chegando lá, pediu uma barra de direção para sua pick up importada, o Zé foi lá no fundo, e depois de alguns minutos voltou com a tal peca. O carioca, espantado pensou:
"Não e possível que esse cara tenha tudo ai, vou tirar um barato da cara dele".
Voltou para o hotel e ficou a noite toda pensando em como iria pegar o cara da venda. Pensou bem e no outro dia foi até o armazém e chegando no balcão, pediu:
— Ô Zé, você tem "Podela"?
O dono da venda olhou espantado, cocou a cabeça e pensou:
"Podela"? Que diabos e isso? Nunca ouvi falar... E agora? Se eu deixar de atender esse cara ai todo metido, meu estabelecimento vai perder a fama e a clientela vai sumir! O que eu faço?"
Pensou, pensou, foi ate o deposito, voltou e disse ao carioca:
— Olha, té em falta, mas vou encomendar e amanha cedo o senhor passa aqui e pega, tudo bem?
O carioca, meio desconsertado com a resposta do Mineiro, voltou para o hotel pensando:
"O que será que esse mineiro vai achar com esse nome...?"
O mineiro fez de tudo, ligou para todos os seus fornecedores de produtos brasileiros e até no exterior, mas ninguém fazia nem ideia do que seria aquilo. Ele então percebeu que o carioca estava zoando com a cara dele e decidiu dar o troco.
No almoço, o mineiro comeu aquela feijoada, de noite foi ao banheiro e prrrrrrrruhhhh. Fez aquele "trem" enorme e fedorento. Pegou o troço com uma pazinha e botou no forno por umas 3 horas ate que virasse uma pedra bem dura. Dai, colocou tudo no moedor, embalou e deixou em cima do balcão com a devida identificação. No outro dia chega o carioca todo imponente com um sorriso no rosto, e, já esboçando um ar de vitória, perguntou:
— Conseguiu encontrar minha encomenda?
— Claro está aqui — disse o mineiro, mostrando o saquinho no balcão. 100 gramas sai por 10,00 reais.
O carioca então pediu:
— Me veja 200 gramas.
— Está aqui, são 20 reais.
Entã, o carioca, curioso, pegou um bocado do pó, experimentou uma pitada, pediu uma colher encheu e mandou ver, tentando descobrir o que era aquilo...
— Isso aqui e bosssssssstaaaaaaaa!
O mineiro então riu e disse:
— Não, isso é o PÓ DELA...

Quem Dirige

Os seis amigos saíram de um boteco carioca, mais altos que o Pão-de-Açúcar. Foram para o carro estacionado em frente e ficaram discutindo quem entrava primeiro, quem dirigia, quem entrava depois e assim por diante, até que um deles, mais decidido, resolveu assumir o controle:
— Olha aí, João, você dirige. Você está bêbado demais para cantar!

Um carioca morreu em acidente automotivo, chegando ás portas do céu, São Pedro percebendo que se tratava de um carioca, sujeitinho cheio de marra, lhe disse;
— Tu não podes ficar aqui no céu.
— Pô chefia, quebra o galho aí meu Irmão???_responde o carioca _Tu e muito ordinário carioca, tu vai para o inferno, entre naquele elevador ali, não tem barganha._Retrucou São Pedro O carioca obedecendo ao Santo, entrou no elevador. Aquela porcaria começou a descer, descer, descer..... Até que parou. Quando a porta se abriu, o carioca viu aquele monte de Homem beijando homem, Homem transando com Homem, uma orgia Homossexual.
Espantado ele pergunta;
— Caraca!!! Isso aqui é o Inferno?????
— Nisso um Bigodudo, com um lenço vermelho amarrado ao pescoço, solta o pinto de um outro cara e responde;
— Bah Guri, Lógico que Não Piá. Aqui é o Rio Grande do Sul Tchê, o inferno fica um pouco mais pra baixo!!!!!!!

Pintim do mineirim

Um mineirim tava no Rijaneiro, abismado côas praia, pé descarço, sem camisa, aquele carção Naique sem cueca. Os cariocas zombando, contando piadas de mineiro.
Alheio a tudo, o mineirim olhou pro marzão e num se agüentou: correu a toda velocidade e deu um mergúio, deu cambaióta, pegou jacaré e tudo o mais.
Quando saiu, o carção de ticido finim tava transparente e grudadim na pele. Todos na praia tavam olhando pro tamanho do pinguelo que mineirim tinha.
O bicho ia até pertim do juei. A turma nunca tinha visto coisa igual.
As muiés c`um sorrisão, os homi roxo dinveja, só tinham olhos pro bixo.
O mineirim intão percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
- Que qui foi, uai?! Vão dizê qui quando oceis pula n`água fria, o pintim dôceis num incóie???

Pintim Incóido

Um mineirinho estava no Rio de Janeiro andando na praia, pés descalços, sem camisa, aquele calção leve e sem cueca.
Então o mineirim olhou para o mar e não se agüentou, correu a toda velocidade e deu um mergulho.
Quando saiu, o calção de tecido fino, estava transparente e grudado na pele.
Todos na praia estavam olhando pro tamanho da manguaça que o mineirim tinha. O bicho ia até pertinho do joelho. Os cariocas nunca tinham visto coisa igual. As mulheres com um sorriso, os homens roxos de inveja, todos só tinham olhos pro bichinho.
O mineirim então percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
- Qui qui foi uai !!!, vão dizê qui quando oceis pula nágua fria, o pintim doceis num incóie ???!!!!.

Um gaúcho, um catarinense, um carioca e um mineiro estavam sentados em uma mesa de bar quando o mineiro, tirou um kilo de queijo minas de uma sacola, deu um pedaço pequeno para cada um e disse:
— Isso aqui na minha terra da que nem mato - Jogando o que sobrou do queijo minas pela janela.
Vendo isso, o carioca pegou de um saco que estava ao seu lado, um kilo de maconha, deu um pedaçinho para cada um e disse:
— Isso na minha terra da que nem mato - jogando o que sobrara da maconha pela janela.
Pela ordem, agora era a vez do catarinense mostrar algo.
Vendo que não tinha nada, ele pegou o gaúcho e jogou pela janela dizendo;
— Isso na minha terra da que nem mato

O nevoeiro lá de Petrópolis estava demais e o motorista carioca não via nada.

O negócio foi colar num carro de lá e ir seguindo as lanternas vermelhas. Entra rua, sai rua e ele ali, colado.
De repente o carro da frente parou e eles quase batem. O motorista desceu do carro e foi berrando para o outro, que estava no maior espanto:
— Como‚ que o senhor para assim, dessa maneira, sem fazer sinal nenhum?
— Fazer sinal dentro da minha garagem?

O Paulista Assassino

O paulista estava respondendo a um interrogatório por ter matado o seu vizinho, um carioca.
- Sabe o que é seu delegado - explicava ele. - Ele queria me comer. Todo dia que eu saía de casa, passava perto dele e ele ficava me cantando. Aí um dia eu perdi a paciência e dei três tiros nele.
- Mas só por causa disso? Por que você não tentou conversar com ele?
- Bem, seu delegado, eu tentei, mas o problema é que ele estava quase me convencendo.

Um gaúcho e um carioca discutiam na beira de um lago para ver quem era mais macho.


— Todo gaúcho têm fama de macho, né?
Disse o Carioca.
— Pois sim, tchê!
— Então, vamos ver quem é mais, está vendo o lago?
— Sim e daí,tchê?
— Olha o que vou fazer!
O carioca assobia para o lago e sai um jacaré que vem em direção dele.
— Chupa, Chupa! Chupa!
Botando o pênis pra fora e o jacaré começa a chupá-lo.
Depois de gozar, manda jacaré soltar e o bicho não obedece.
O carioca pega um pedaço de pau e senta várias cacetadas no bicho e só depois de bater bastante, o jacaré larga, e volta para o lago. Então, o carioca vira-se para o gaúcho e pergunta:
— E aí, têm coragem?
E o gaúcho responde.
— Coragem eu tenho, tchê, só não sei, se vou aguentar as porradas na cabeça!

Como pegar o trem

O carioca chegou em Lisboa e pediu informação:
- Ai­, "mermão" onde tem um ponto de ônibus para ir até a estação ferroviária para pegar um trem?
- Cá não chamamos de ponto de ônibus, chamamos de parada.
- Tudo bem, onde tem uma parada de ônibus pra ir até a estação ferroviária pra pegar o trem?
- Cá não chamamos ônibus, chamamos autobus.
- Ok. Então onde é que tem uma parada de autobus pra ir até a estaçãoo ferroviária e pegar o trem?
- Cá não chamamos de estação ferroviária, chamamos gare.
- Legal. Então onde tem uma parada de autobus pra ir até a gare e pegar o trem?
- Cá não chamamos trem, chamamos comboio.
- Porra, tá bom. Então "mermão", como acho a parada para pegar o autobus pra ir a gare para pegar o comboio?
- Não precisa ir, é aqui mesmo.
- Me diz uma coisa: Como é que vocês chamam filho da puta aqui em Portugal?
- Não chamamos, eles vem do Rio de Janeiro, pela Varig, com a camisa do Flamengo.

PAULISTA: Vai fazer terapia.
CARIOCA: Encontra a mulher com outro na cama e se junta a eles!
CEARENSE: Agradece a Deus, pois vê que não é só ele que pega mulher feia.
CURITIBANO: Não faz nada, pois c#ritibano não fala com estranhos.
MINEIRO: Mata o homem e continua casado com a mulher, exatamente como manda a TFM - Tradicional Família Mineira.
GAÚCHO: Ao contrário do mineiro, mata a mulher e fica com o marmanjo só pra ele.
PARAIBANO: Sendo o CABRA da peste que é, mata os dois e arruma outra no dia seguinte.
GOIANO: Entra em depressão, pega a viola e vai para a rua à proc#ra de outro corno pra montar mais uma dupla sertaneja.
PERNAMBUCANO: Pega sua fantasia e vai dançar frevo em Olinda!
BRASILIENSE: De raiva, vai para o Congresso e inventa mais um imposto.
BAIANO: Porque esse negócio de arrumar amante, tirar a roupa, fazer sexo, ser descoberta pelo marido, etc, dá um trabaaaaaaaalho, dá uma canseeeeeira,dá um soooooooono… Meu pai!!!

Ceguinho Procurando Mulher

O ceguinho andava "a perigo" e clamava:
- Arruma uma mulher pro ceguinho, arruma.
Seu amigo carioca ouviu as súplicas e, tocado pela profunda necessidade do ceguinho, disse que iria arrumar uma mulher para ele. O ceguinho foi pro seu quarto e ficou esperando. Logo bateram na porta.
- Quem é?
- É a Sueli. Vim resolver seu problema.
O ceguinho todo entusiasmado abre a porta. A mulher senta-se na cama, e ele:
- Como é que você está vestida — hein? hein? hein?
- Botinha de couro, vestido justo e uma blusinha de seda. Nada por baixo!
- Ahhh - suspira o ceguinho - é hoje! Tira a botinha, tira!.
- Como é que você está agora?
- Descalça, deitada na cama!
- Ai meu Deus! É hoje! Vai dar esquema! Tira a blusinha, tira.
- Como você está agora?
- De seios nus, só de sainha.
- Tira a saia. Tira a saia, pelo amor de Deus! E agora? E agora?
- Estou nua, deitada na cama, te esperando meu garanhão prejudicado oticamente. (a Sueli, como se percebe, era adepta do politicamente correto!).
- Ai que tesão! É agora, meu Deus! Sueli, você já fez 69?
- Ainda não. Faço amanhã.

Mira Telescópica

O caipira subiu em um táxi no Rio de Janeiro, uma reluzente Mercedes, e foi logo perguntando:
- Moço, pra que serve aquela estrelinha ali na ponta?
E o carioca, gozador:
- Aquilo ali é uma mira! Quando eu quero atropelar uma pessoa, eu miro na estrelinha e pumba!
Ao perceber o olhar assustado do caipira, o carioca continuou:
- Quer ver só? Tá vendo aquela mulher ali...
E acelerou o carro em direção da mulher, só que na hora H ele desviou...
Bumba!
- Ué? Que barulho foi esse? - perguntou o motorista.
- Ora, se eu não abro a porta o senhor ia errar a mulher!

Galo bonzinho

O carioca, foi passar um tempo numa cidadezinha de Minas Gerais. Chegando lá, entendiado com o marasmo do lugar, resolveu arrumar alguma coisa para se divertir. Como a unica diversão da cidade era uma rinha de galo, onde o confronto entre eles eram inevitáveis, então ele se postou próximo ao ringue, e tentando unir o útil ao agradável, foi fazer sua fezinha. próximo dali encontrou com um mineirinho que pitava seu cigarrinho de palha, e lhe perguntou.

- Mineirinho você que é aqui desta cidade. me fala destes dois galo que vão brigar agora qual que é o bão?

O mineirinho olhou pro canto. coçou a cabeça, deu mais um trago e respondeu.

- O bão, bão meso é o branco!

O Carioca apostou tudo que tinha no galo branco. e tomou seu lugar para assistir a peleja. Torcendo pelo galo preferido. Dois segundo depois o galo vermelho fuminou o onipotente.

O carioca indignado foi falar com o mineirinho.

- Puxa cara você disse que o galo branco era o bom.

- O branco era o bãozinho, mais o marvado é o vermelho.

Um mineiro estava na estrada esperando o ônibus para Rio de Janeiro com 3 porcos na mão .


Passou o ônibus ele entrou e sentou-se . Na frente dele avia um carioca que adorava soar de mineiros , então disse pra ele:
— Cara , porque você está levando esses porcos pro Rio ?
— Eu vô leva os bichin pra vê o mar , sô !
— Nossa ! esses porcos tem nome ?
— Claro que teim ! Essa aqui é suavó , essa aqui é suatia !
Confuso o carioca exclama :
— Essa daqui deve ser suamãe né ?
— Não sô , esse daqui é seupai ... suamãe eu cumi ontem !

Uma rádio promoveu um concurso para ver quem ficava mais tempo cantando o refrão da música galopera, e oferecia uma boa quantia em dinheiro para o vencedor.
Depois de muitas eliminatórias, foram selecionados três candidatos, uma paulista, um carioca e um gaúcho.
E por órdem de sorteio, o primeiro foi o carioca, que começou:
Galopeeeeeeeeeeeeeeeeerrrrrrrrrrrrrraaaaaaaaaaaaaaaa, consegui ficar 20 minutos.
O segundo foi o paulista, que começou:
Galopeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeerrrrrrrrrrrrrrrrrraaaaaaaaaaaaaaaaaa, consegui 40 minutos.
E enfim o gaúcho, que começou:
Galopera, não consegui nem um minuto e caiu desmaiado no chão, foi quando todo mundo ficou preocupado com ele, mas seu técnico disse:
— Eu tenho a solução, meta o dedo no cú dele, e um de seus ajudante fez.
Mais que depressa o gaúcho levanta e começa:
Nunca mais te esquecereiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...............

Um Carioca Chega em Minas Gerais e fica perdido na roça logo encontra um mineiro, e pergunta:


— Você sabe me informar aonde estamos?
E o mineiro responde:
— Sei não senhor!!!!
— Sabe como eu faço para chegar na central? perguntou o carioca.
Responde ao mineiro:
— Sei não senhor!!!!
Carioca pergunta:
— Sabe como faço para chegar na rodoviária?
Responde o mineiro:
— Sei não senhor!!!!
O Carioca já irritado fala:
— Po Mineiro, você não sabe de nada não?!!!
E o mineiro responde:
— Sei não senhor!!!! Mais pelo menos, eu não estou perdido!!!!

Lâmpada Mágica

O carioca está andando pela praia de Ipanema quando encontra uma lâmpada mágica. Rapidamente, ele esfrega e aparece um gênio.
— Olha só, cumpadi! É um gênio! Deixa eu pensar nos meus três desejos!
— Três desejos? — diz o gênio — Estamos em tempos de crise, meu amigo... Você só tem direito a um pedido!
— Só um? Anh... Então eu quero um milhão de dólares.
— Tu é surdo, meu irmão? Eu falei que os tempos são de crise. Pede outra coisa aí, vai...
— Então eu quero que acabe a violência no Rio de Janeiro. Que não tenha mais nenhum assalto, nenhum arrastão, nenhuma bala perdida...
— Ah! Esse desejo é impossível, pede outra coisa...
— Então eu quero que o Botafogo seja campeão brasileiro!
— Como era? Bala perdida e o que mais? Tem um mapa do rio aí? Eu vou ver o que posso fazer por você.

Dois casais, um de cariocas e outro de paulistas, estavam jogando cartas e uma carta caiu embaixo da mesa.

O carioca se abaixou para pegar a carta e deu uma olhadela na mulher do paulista por baixo da mesa. Ela estava sem calcinha e com a "perseguida" a mostra.
Alguns minutos depois o carioca, suando quente levantou para tomar água e a mulher do paulista disfarçou e foi atrás dele.
Chegando na cozinha ela perguntou:
— E aí? O que achou?
— Maravilhoso — respondeu o carioca.
— Qualquer 1.000 reais e a gente conversa. Disparou a paulista safada.
— Tudo bem é só dizer quando!
— Amanhã a tarde ele não vai estar em casa você pode ir lá. Combinado!
No outro dia a tarde o carioca chegou na hora marcada pagou os 1.000 reais e mandou ver na mulher do paulista.
No fim da tarde o paulista chega do trabalho e pergunta à mulher:
— O carioca esteve aqui a tarde?
— Sim — respondeu a mulher assustada.
— Deixou 1.000 reais?
— Sim — respondeu a mulher completamente apavorada.
— Ufa que alívio, aquele carioca esteve no meu escritório pela manhã, me pediu 1.000 reais emprestado e disse que passava aqui hoje à tarde sem falta para me pagar. Achei que fosse me sacanear.

A garota vai à primeira festa, mas tem medo dos avanços dos rapazes, pede conselho à mãe:


— Se os rapazes começarem a insistir muito, minha filha, pergunta que nome vão dar à criança. Isso vai fazer com que eles desistam. Assim foi, no meio de uma dança um paulista diz:
— Vamos para o jardim atrás da piscina? Ela vai, mas quando o moço quer avançar ela pergunta:
— Que nome vamos dar à criança? O paulista olha-a com surpresa, diz que se esqueceu da carteira no bar e sai de fininho. Uma hora mais tarde repete-se a cena com um carioca. Igualzinho, quando ela pergunta qual será o nome do filho, ele fica de pés frios e vai-se embora. Mais tarde, chega um mineiro. Vai com ela para o jardim. Começa com beijinho aqui, beijinho ali, e apalpa-lhe o peito. Ela pergunta:
— Que nome vamos dar à criança? Ele continua e abre o vestido dela. - Que nome vamos dar à criança? Ele chupa o peito direito. - Que nome vamos dar à criança? Ele tira o vestido dela e as calças dele. - Que nome vamos dar à criança? Ah... Ahhhhhh... Que nome vamos dar à criança, ui, ah? Depois de acabarem ela pergunta mais uma vez:
— E agora, qual vai ser o nome do nosso filho? Ele, triunfante, tira devagar o preservativo, levanta para o alto, dá um nó firme e diz:
— Minha filha, se ele conseguir sair daí.... será: David Copperfield

Carioca no inferno

Carioca esperto, 30 anos de praia, advogado, maçon, morreu e foi pro inferno. Em lá chegando foi logo questionando:
- Seguinte, vermelhinho. O ambiente aqui está quente demais, não dá pra descolar um refresco, com bastante gelo?
E o capeta indignado: - Que é isto cara, tá pensando que está aonde? isto aqui é o inferno, pô!
E ele: - E daí ô meu? precisamos mudar este astral negativo! - e chegando perto das orelhas do chifrudo - cá entre nós, ENTRE COLUNAS, cadê as mulheres?
E o capeta mais indignado ainda: - Aqui não tem mulher nenhuma! É noutro Departamento. Você está no inferno, já disse!
Respondeu o carioca: - Bicho, você está MENTINDO. Isto é pecado! Tem!
- Não tem!
- Tem!
- Não tem!
E o carioca desafiou :
- Quer que eu prove que você está mentindo?
Ao que respondeu o capeta: - Taí, quero!
- ONDE FOI QUE VOCÊ ARRANJOU ESSE PAR DE CHIFRES?

Certo dia Deus fez uma lei:


"Só poderá entrar no céu todo aquele que disser como morreu e provar" Tudo bom tudo bem, até que chegaram três homens:O gaúcho, o carioca e o mineiro.
O gaúcho disse:
"Morri de ttuberculose"
Então prove:
*Jogou aquele mundo de catarro no chão* o carioca disse:
"Morri perdendo órgãos"
Então prove:
*Arrancou a orelha e jogou em cima do catarro* o mineiro disse:
"Morri de fome"
Então prove:
*pegou a orelha passou no catarro e comeu*

Gauchos x Paulistas x Mineiros x Cariocas

Num seminário de uma importante empresa fabricante de bebidas, encontraram-se o gaúcho, o mineiro, o carioca e o paulista.
Todas as noites, após as palestras eles jantavam juntos e, após o jantar, ficavam contando piadas.
Como o gaúcho era o mais tímido de todos e nunca tinha coragem de contar uma piada, os outros três começaram a contar apenas piadas de gaúcho.
E assim foi durante quase uma semana. O paulista, o mineiro e o carioca rachando o bico às custas do gaúcho, e ele sem dar um pio, sofrendo em silêncio.
No último dia ele resolveu se abrir:
- É que na semana passada peguei a minha mulher na cama com outro, tchê!
- Verdade? E o que você fez? - perguntou um deles.
- Botei ela e meu filho no carro e fui dirigindo a noite inteira até o Rio de Janeiro. Chegando lá, disse pra ela: "Desce! Porque aqui que é lugar de puta!", depois continuei a viagem e fui até São Paulo. Chegando lá, disse para o meu filho: "Desce! Porque aqui que é terra de filho da puta!", "E você, papai? Vai pra onde?", perguntou meu filho. E eu respondi: "Vou para Minas, que é lugar de corno!".

Um gaucho entra num bar em goiania ve um paulista um carioca e um goiano contando piadas de gauchos e ele vendo aquela zuaçao ficou meio triste e sentou numa mesa sozinho, os outros vendo-o triste perguntaram o motivo e ele entao lhes respondeu;
Bah tchê e que eu descobri que minha mulher me traia a mais de quinze anos e que meu filho na verdade era filho do meu vizinho entao peguei minha mulher e o filho e deixei ela no rio de janeiro que e lugar de puta peguei o guri e levei para sao paulo que e lugar de filho da puta e vim pra goias que e lugar de corno

Mineirinho na Praia

Um mineirim tava no Ridijaneiro, bismado cas praia, pé discarço, sem camisa, caquele carção samba canção, sem cueca pur dibacho.
Os cariocas zombano, contano piada de mineiro. Alheio a tudo, o mineirim olhou pro marzão e num se güentô: correu a toda velocidade e deu um mergúio, deu cambaióta, pegô jacaré e tudo mais.
Quando saiu, o carção de ticido finim tava transparente e grudadim na pele. Tudu mundo na praia tava oiano pro tamanho do "amigão" que o mineirim tinha. O bicho ia até pertim do juêio… A turma nunca tinha visto coisa igual. As muié cum sorrisão, os homi roxo dinveja, só tinham olhos pro bicho.
O mineirim intão percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
— Qui qui foi, uai? Seus bobãum… vão dizê qui quando oceis pula na água fria, o pintim doceis num incói tamém?

No Rio de Janeiro, os amigos cariocas do Mineiro:


— Rapá entra na água!
— Uai sô já que num precisa cê sócio!
O mineiro entra com aquele cirolão feito de algodão crú quase transparente e quando sai os cariocas observam que o mineiro tem um pinto que chega a altura dos joelhos e começam a rir e apontar para o dito cujo do mineiro O mineiro diz:
— Uai sô! não ri de mim não, vai dizê qui o docêis também num incolhe na água fria!

Mineiro e seu burrinho

Estava um mineiro a andar com o seu burrinho por uma das muitas estradas de Minas Gerais. Num dado momento para do lado do mineiro com seu burrinho uma big de uma Ferrari, daquelas que estao disponiveis ao povo brasileiro gracas ao Collor, e dentro dela um carioca muito esperrrto que batendo no capo do carro diz:
- Aqui dentro tem 400 cavalos; - Entra no carro e sai cantando pneus, deixando uma nuven de poeira para o mineiro. Um pouco a frente o carioca se distrai e numa curva embica a sua Ferrari num ribeirao.
- Um pouco depois o mineiro chega ao local, vendo o carro com a frente dentro da agua pergunta:
- Tá dando de beber pra tropa, moco?

Quatro Amigos

Num bar de Belo Horizonte, estavam quatro amigos, um carioca, um paulista, um mineiro e um gaúcho, este último já estava de saco cheio por causa das piadinhas de gaúcho que os outros três estavam contando, quando chegou a vez dele de contar a piada, ele mandou:
— Na verdade isto não é uma piada, é um fato real, quando eu morava em Porto Alegre, cheguei mais cedo em casa e peguei minha mulher na cama com outro, matei o amante, peguei a mulher e o filho, botei os dois no carro e caí na estrada, larguei a mulher em São Paulo porque lá é terra de puta, larguei o menino do Rio de Janeiro porque lá é terra de filho da puta e vim pra Minas porque é terra de corno!

A edição deste ano 2004 está quase tão boa como a do ano passado.


Imbecilidades tiradas das provas e quase todas da UFRJ e ainda: (com comentários dos professores.) 1) Lavoisier foi guilhotinado por ter inventado o oxigênio. (Já imaginou?) 2) O nervo ótico transmite idéias luminosas ao cérebro.(Se o cara é obtuso, o nervo dele deve transmitir idéias sombreadas, não é mesmo?) 3) O vento é uma imensa quantidade de ar. (Que coisa! Não tinha pensado nisso.) 4) O terremoto é um pequeno movimento de terras não cultivadas. (Só faltou completar que esse movimento é um braço armado do MST. ) 5) Os egípcios antigos desenvolveram a arte funerária para que os mortos pudessem viver melhor. (Nada mais justo. Não dá para viver a eternidade desconfortavelmente) 6) Péricles foi o principal ditador da democracia grega. (Isso. E Stalin foi o principal seguidor de Mahatma Ghandi...) 7) O problema fundamental do terceiro mundo é superabundância de necessidades. (O animal que escreveu isso deve ter raciocinado com a própria abundância e não com o cérebro.) 8) O petróleo apareceu há muitos séculos, numa época em que os peixes se afogavam dentro d'água. (Sim, isso foi no mesmo período geológico em que as aves tinham vertigem e as minhocas claustrofobia.) 9) A principal função da raiz é se enterrar.(Impressionante!) 10) A Igreja, ultimamente, vem perdendo muita clientela. (Posso concluir que a culpa é do Papa, que seria o Vice-Presidente de Marteking. E a Companhia de Jesus, dos Jesuítas, seria a mais antiga das S. A's.) 11) O sol nos dá luz, calor e turistas. (Esse, com certeza é carioca).
12) As aves têm na boca um dente chamado bico. (Fiquei de queixo caído! Ou melhor, de porta-bicos caído.) 13) A unidade de força é o Newton, que significa a força que se tem que realizar em um metro da unidade de tempo, no sentido contrário. (O relógio desta besta deve ter cm, m e km.) 14) Lenda é toda narração em prosa de um tema confuso. (Entendeu né? Todo discurso de político é uma Lenda.) 15) A harpa é uma asa que toca. (Imagine a definição dele para um Trombone de Vara... ) 16) A febre amarela foi trazida da China por Marco Polo. (Se Marco Polo tivesse viajado aos EUA traria a Febre Vermelha, dos índios...) 17) Os ruminantes se distinguem dos outros animais porque o que comem, comem por duas vezes. (Este é um grande observador da própria família) 18) O coração é o único órgão que não deixa de funcionar 24 horas por dia. (Imagine o alívio que senti ao ler isso.) 19) Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado. (Deve ter sido o destino do autor da frase.) 20) A insônia consiste em dormir ao contrário. (Perfeito. Morte é viver ao contrário, não é?) 21) A arquitetura gótica se notabilizou por fazer edifícios verticais. (Melhor pular essa.... ) 22) A diferença entre o Romantismo e o Realismo é que os românticos escrevem romances e os realistas nos mostram como está a situação do país.(É... E ainda faltam várias para comentar....) 23) O Chile é um país muito alto e magro. (Confundiu o Chile com o nosso ex-Vice-Presidente, Marco Maciel.) 24) As múmias tinham um profundo conhecimento de anatomia. (Para mim, a mais "marcante" de todas. ) 25) O batismo é uma espécie de detergente do pecado original. (Já a Confissão seria o sabonete, para uso diário...) 26) Na Grécia, a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo se envenenavam. (Pensando bem, não é má idéia. O difícil é convencer as pessoas).
27) A prosopopéia é o começo de uma epopéia. (E uma Centopéia deve ser 100 Epopéias. ) 28) Os crustáceos fora d'água respiram como podem. (Coragem, faltam poucas).
29) As plantas se distinguem dos animais por só respirarem a noite. (Que perspicácia! ) 30) Os hermafroditas humanos nascem unidos pelo corpo. (E, os Xifópagos são indivíduos bi-sexuais...) 31) As glândulas salivares só trabalham quando a gente tem vontade de cuspir. (Bem, já cheguei até aqui....) 32) A fé é uma graça através da qual podemos ver o que não vemos. (Está aberto o caminho para a cura da cegueira...) 33) Os estuários e os deltas foram os primitivos habitantes da Mesopotâmia. (Que que é iiiiiiisso!!!!!! ) 34) O objetivo da Sociedade Anônima é ter muitas fábricas desconhecidas. (O Tráfico de Drogas é a maior das S. A's.) 35) A Previdência Social assegura o direito a enfermidade coletiva. (Faz sentido. O seu Plano de Saúde só serve para quando você está doente, não é?) 36) O Ateísmo é uma religião anônima. (É, é a S. A. de Deus.... ) 37) A respiração anaeróbica é a respiração sem ar que não deve passar de três minutos. (Meu medo é descobrir que um quadrúpede desses foi meu aluno...) 38) O calor é a quantidade de calorias armazenadas numa unidade de tempo. (Fala a verdade. Não te dá uma sensação de vazio, impotência...) 39) Antes de ser criada a Justiça, todo mundo era injusto. (Graças a Deus, só falta uma....) 40) Caractere sexual secundário são as modificações morfológicas sofridas por um indivíduo após manter relações Sexuais. (Agora, imagine a aparência de uma prostituta depois de 15 a 20 anos de "Modificações Morfologias".)

O Carioca Malandro

Um paulista estava de férias com a família no Rio de Janeiro, e resolveu sair para comprar um penico para sua filhinha.

Ele entra na loja e diz:

— Ô, meu! Eu queria comprar um penico.

O carioca, percebendo que o cliente era paulista, falou:

— Pô, brother... O que é penico?

O paulista apontou pro objeto e então o carioca disse:

— Ah... Isso aí não é penico! Aqui no Rio se chama "paulistinha"! Você quer um desses?

Já irritado, o paulista responde:

— Quero!

— De qual tamanho você quer?

— Ah, sei lá! Um que caiba uns 30 quilos de carioca!

Um dia uma universitária carioca resolveu fazer uma pesquisa com as crianças das escolas de 1ª a 4ª série do interior. Chegando na sala de 4° série, ela explicou o que estava a fazer lá e começou:
Mariazinha, por favor me fale um adjetivo, e ela respondeu:
— Biscreta.
A universitária disse:
Não é biscreta é bicicleta. Além do mais, não é um adjetivo é um substantivo. Depois ela perguntou para o Pedrinho:
— Pedrinho, pode me falar um substantivo?
— Sim, fessora, azurrr.
A universitária:
— Não é azurrr é azul. Além do mais não é substantivo é adjetivo.
Então, a universitária, já impaciente, vira para joãozinho e pergunta:
— Joãozinho, pode me dizer um verbo?
Joãozinho responde:
— Hospedar.
A universitária:
— Muito bem, você acertou.
E então a universitária, entusiasmada completa:
— Joãozinho, já que foi o único que acertou, diga para a turma uma frase com o verbo hospedar.
Joãozinho:
— Ta bem, fessora: Ospedar da biscreta é azurrr.

O carioca encontra o amigo baiano na rua:


— Pô, rapá! Por que é que tua perna tá inchada desse jeito, cumpadi?
— Och... Eu tô com uma doença de família que é porreta! Primeiro incha uma perna, depois a outra, aí começa a inchar os braços... Ich, é ruim demais!
— Ué! E tu não viu que começou a inchar uma perna, rapá? Por que é que não vai logo no médico?
— Och, e eu sou besta? Tô esperando inchar tudo pra eu ir tratar tudo de uma vez!

A coruja

O Português, Vai na loja de animais do carioca e fica
abismado com um papagaio.

- Como esse seu bicho fala bem? Você não tem nenhum
para me vender não?

O carioca muito esperto, responde que sim, e vende uma
coruja para o português. E lhe dá a seguinte instrução:

Você precisa conversar bastante com ela para que ela
aprenda e começe a falar.

Dias depois, o português volta até a loja e o carioca pergunta:

- E então? O seu Papagaio está falando muito?

o português responde:

- Olha falar, não fala, mas presta uma atenção!

Uma vez um dono de uma fazenda queria um galo para cruzar com 100 galinhas.


Então ele foi a uma loja e comprou um galo Paulista,e ele pegou 1,2,3,4,5 e PUF! morreu,então voltou a loja e comprou um galo Carioca,e ele pegou 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10 e PUF! morreu e então voltou a loja e só tinha um,o frederico,lá magrelo,escorado na gaiola,quase caindo,já que só tinha ele,o fazendeiro o comprou,e ele pegou 10,20,30,40,50,60,70,85,pegou vaca,carneiro,passarinho,cobra,cachorro e entrou na mata fechada,o fazendeiro correu atrás dele e o achou deitado no chão,então perguntou "Frederico tu ta vivo?"
"SSSHHIII!Eu tô tentando pegar aquelas negonas lá em cima!"(os urubus)

Cachorro do Mineirinho

Certo dia, em uma cidadezinha no interior de Minas em um boteco haviam quatro caipiras jogando cartas, quando de repente surge um carioca em sua linda pick-up. Ele entra na birosca, pede uma bebida, vai em direção aos caipiras que jogavam, soca a mesa e diz:
— Tá vendo aquela pick-up dentro dela tem um pit bull assassino.
Um dos caipiras diz:
— Óia sinhô, tenhu náda cu issu naum, máis tem um tar de cumpadi Totonho qui tem um cachorru brabu.
O carioca ao ouvir começa a rir e faz a seguinte proposta:
— Pago mil reais por um, que o meu pit bull vai liquidá-lo em cinco minutos!
O caipira levanta e vai buscar o cumpadre Totonho, de repente surge o cumpadre Totonho cheio de cana com o seu cachorro leproso e cheio de bicheiras. O carioca cai na gargalhada e zomba:
— É esse bichado que vai detonar o meu pit bull?
O carioca pede ajuda de dez caipiras para retirar o pit bull de dentro do carro. Quando todos estavam preparados para a grande briga, cumpade totonho diz para o seu cachorro:
— Naum vái me decepicionár naum hein meu bichinhu...
Então soltaram o pit bull que saiu em direção ao cachorro de compadre Totonho, que continuava imóvel. Quando se aproximou para morder levou uma
patada e caiu duro. O carioca se aproximou do cão e falou:
— Levanta meu bichinho!
Compadre Totonho respondeu:
— Uai, é ruim! Tá moito sô.
Perplexo o carioca quis comprar o cão, mas o compadre Totonho disse que não estava a venda. O carioca perguntou qual era o seu pedigree e compadre Totonho curioso perguntou:
— Uai, que isso?
O carioca falou:
— Como o senhor conseguiu esse cachorro?
E Totonho respondeu:
— Ah, a muito tempo atrás teve um circo aqui, quando foi embora o dono me deu este cãozinho que eu levei pra casa e aparei a cabeleira dele!

Um português estava no ponto de ônibus e pediu uma informação a um carioca:


— Olá, o senhor poderia me dizer qual ônibus eu pego para ir ao Cristo Redentor?
— Claro, é o ônibus 583 — responde o carioca.
O português agradece.
Depois de várias horas o carioca voltando do trabalho passa pelo mesmo local e lá esta o português. Espantando ele pergunta:
— O ônibus ainda não passou?
O português responde:
— Não, por enquanto só passaram 73.

Mineiro viajando pro RJ

Um ônibus que seguia em direção ao Rio Janeiro pára numa cidade do interior de Minas, chamada Ouro Fino.

O mineiro sobe no ônibus com três leitõezinhos no colo.

Ao perceber a cena, um carioca quis logo tirar um sarro com a cara do capiau:

- E aí, mineiro, levando os porquinhos para passear?

- É sô, os bichim nunca viram o mar, né...

- Estes bichinhos tem nome?

- Teeeem, sô! Este aqui chama sua tia. O nome daquele e sua avó....

Puto da vida o carioca interrompe o mineiro:

- Deixa que eu adivinho o nome deste ultimo. É a sua mãe??

- Não, sô, esse é seu pai!!! Sua mãe eu comi ontem...

Basta pensar que existem piadas baseadas na verdade que podem derrubar governos, ou piadas que fazem as meninas rirem. Muitos cariocas paulistas piadas e trocadilhos são piadas que deveriam ser engraçadas, mas algumas podem ser ofensivas. Quando as piadas vão longe demais, são cruéis ou racistas, tentamos silenciá-las e é ótimo se você nos der feedback sempre que uma piada se tornar intimidadora e inadequada.

Sugerimos usar apenas cariocas marzao brincadeiras para adultos e blagues para amigos. Algumas das piadas sujas e sujas são engraçadas, mas use-as com cautela na vida real. Tente se lembrar de piadas engraçadas que você nunca ouviu para contar a seus amigos e elas vão fazer você rir.

Piadas