AS 50 MELHORES Piadas de Oferece

Abaixo está nossa coleção de anedotas e lista de piadas engraçadas sobre Oferece . Existem algumas piadas curtas oferece bebida que ninguém sabe (para contar aos seus amigos) e para fazer você rir alto.

Reserve algum tempo para ler aqueles trocadilhos e quebra-cabeças em que você faz uma pergunta com respostas ou onde a configuração é a conclusão. Esperamos que você encontre esses trocadilhos com oferece engraçado o suficiente para contar e fazer as pessoas rirem.

Top 10 Oferece piadas e trocadilhos mais engraçados

Aeromoça da TAP

A aeromoça estreando na TAP, vira-se para o passageiro e toda educada oferece:
- O senhor aceita o jantar?
- Quais as opções?
- Sim ou Não!

Pílulas Da Inteligência

Um homem entra num bar e o empregado lhe oferece algumas "pílulas da inteligência". Ele toma uma e diz:

— Ainda não me sinto mais inteligente.

Então toma outra e outra, e finalmente toma uma mão cheia delas.

— Ei, mas isto tem gosto de merda de coelho!

— Tá vendo? Já tá ficando mais inteligente!

Melô do Corno

O locutor atende o telefone.

- Alô, quem fala?

- É Tonho.

- Que música gostaria de pedir Tonho?

- Deslizes, "a melô do corno".

- Vai oferecer para alguém?

- Não, não, é só para curtir.

Efeitos do whiskie

E naquela festa grã-fina o garçom oferece, gentilmente, uma bebida para uma das convidadas:
- A Senhorita aceita mais um uísque?
- Não, obrigada... Me faz mal para as pernas...
- Elas adormecem? - pergunta o garçom?
- Não... Elas se abrem!

Uma mulher chegou numa boate loka lokinha doida pra oferecer o ***** até que ela se encontrou com um cara então eles começaram ai depois ele xamou + 12 homens como é o nome do filme?
Um e bom doze e d+

Estratégias Políticas

Governador reuniu com os Prefeitos para tratar de estratégias políticas, depois ofereceu um jantar. Em determinado momento, um dos Prefeitos estava palitando os dentes com os dedos. O Governador olhou e perguntou. Prefeito Vossa Excelência não usa fio dental? O Prefeito respondeu não. Tenho o bum-bum muito cabeludo.

Café Broxante

Em uma reunião de família um velhinho oferece café para um primo, também idoso.
- Obrigado, Jorge! - recusa ele - Mas o café reduz 95% da minha capacidade sexual!
- Como assim? - pergunta Jorge, assustado.
- O café queima os meus dedos e a minha língua!

Uma Bebida Diferente

Um bêbado entra no bar e pede uma bebida diferente. O barman oferece uma nova bebida chamada "gafanhoto". O bêbado fica espantado com a bebida.
Saindo do bar, ele encontra um gafanhoto na rua e diz:
— Ei, gafanhoto! Sabia que tem uma bebida com seu nome?
O gafanhoto diz:
— É sério? Tem uma bebida chamada Godofredo?

Frajola oferece um baseado pro PiuPiu.

Ele dá um tapa, e diz: Não estou sentindo nada.... O Frajola diz pra ele dar outro pega. Ele dá e diz: Não estou sentindo nada... Três, quatro, e ele dizendo a mesma coisa. No quinto ele diz'Não estou sentindo nada: não estou sentindo minha asinha, não estou sentindo meu biquinho...'

"Antigamente as mulheres cozinhavam igual à mãe Hoje, estão bebendo igual ao pai!

"
"Antigamente as bundas vinham dentro das calcinhas Hoje em dia, as calcinhas vêm dentro das bundas."
"Antigamente os cartazes nas ruas, com rostos de criminosos, ofereciam recompensas; hoje em dia, pedem votos".

Um jovem da cidade grande foi visitar os avós na fazenda.

Certo dia ele se oferece pra tirar leite da vaca. Acorda cedo, pega o balde, vai até o curral e fala no ouvido do bicho:
— Tenho uma surpresa pra você! Hoje quem vai tirar o seu leite sou eu!
E o animal fala:
— Também tenho uma surpresa pra você! Eu sou boi!

Você pode explorar piadas para fazer com oferece uisque curtas do Reddit, incluindo frases e brincadeiras. Leia-os e você entenderá quais piadas são engraçadas. Aqueles de vocês que têm adolescentes podem contar piadas sobre oferece limpo. Há também trocadilhos com oferece para crianças, 5 anos, meninos e meninas.

— Doutor como eu faço pra emagrecer?


— A senhora só precisa balançar a cabeça da esquerda pra direita, e da direita pra esquerda.
— Mas quantas vezes, doutor?
— Todas as vezes que lhe oferecerem comida...

De uma prostituta para um policial, ao ser levada para a delegacia:


— Sabe, seu guarda, eu não vendo sexo...
— Ah, não? — replica o guarda, com um sorriso sarcástico. — E o que é que você vende, então?
— Eu vendo preservativos e ofereço demonstrações gratuitas, só isso!

Numa festa de criancas, sao distribuidos um balao para cada crianca pra que elas os estorem.


Porem fica faltando um balao para um garotinho.
Muito sensibilizado Zeca lhe oferece seu balao.
Qual o nome do filme?
To istore!!!!!!

Entrevista com um Advogado

Aquele advogado recém-formado estava sendo entrevistado para um emprego.

- E quais são suas pretensões salariais? - perguntou o entrevistador,
depois de ouvir as longas digressões do candidato sobre a sua própria
capacidade de assumir responsabilidades.
- Aproximadamente uns 10.000 reais por mês, mais benefícios. - e com ar
todo empertigado, perguntou: - Quais os benefícios que a sua empresa
oferece?
- Normalmente férias de 6 semanas por ano, fundo de pensão para
complementar sua aposentadoria, um Vectra novo a cada dois anos, cartões
de crédito, título de um clube, plano de saúde integral para todos os
dependentes e viagem aos Estados Unidos duas vezes por ano.
- O senhor está brincando? - pergunta o advogado.
- É claro! Mas foi você quem começou!

Candidato

Certa vez um candidato a vereador resolveu fazer campanha pros lados das roças. Chegou em um aviário e se ofereceu para pagar tudo o que as pessoas necessitassem. Veio o primeiro e pediu uma vara de anzol. O segundo veio buscar isca para pescar. O terceiro queria uma fisga, e assim todos os que por ali passavam só pediam artigos para pescaria. O candidato mesmo intrigado com a folga do pessoal foi pagando.
Até que mais tarde chegou um sujeitinho que queria comprar uma enxada. O candidato a vereador elogiou o moço, dizendo:
- Até que enfim alguém que deseja trabalhar , parece que aqui quase todo mundo só sabe pescar. Meu filho , escolha a melhor enxada, pois ela irá auxiliá-lo no seu trabalho.
E o caipira:
- Precisa não tio, para procurar minhoca serve qualquer uma...

Um grupo de cubanos abandona a ilha rumo a Miami.

No meio da viagem, um dos cubanos, o mais velho, sofre um ataque cardíaco e pede como último desejo uma bandeira para se despedir da sua querida pátria. Os outros começam a procurar em bolsas, sacolas e em todos os lugares onde pudesse estar guardada uma bandeira de Cuba.
Depois de um tempo, deram-se conta de que não havia nenhuma bandeira do país no barco, mas uma jovem de vinte anos, vendo o sofrimento do velho, disse que tinha tatuado a bandeira na bunda e ofereceu-se para ajudar. Ela virou-se de costas para o moribundo, baixou as calças e mostrou a bunda com a bandeira tatuada.
O velho agarrou a moça com força e beijou a bandeira, emocionado, enquanto gritava:
— Mi querida Cuba, me despido con recuerdos, mi vieja Havana, mi linda tierra!
O velho continuou com beijos e mais beijos na bandeira. Depois de um tempo, ele ainda emocionado, diz à mulher:
— Por favor, senhorita. Agora vire de frente que eu quero me despedir de Fidel!

Garçom, ofereça um drinque àquela moça — pediu o galante cavalheiro.


— Não adianta, é perda de tempo — ponderou o garçom.
Meia hora depois, ele volta à carga. O garçom reluta, hesita, mas o homem insiste. O garçom perde a paciência e resolve encerrar o assunto:
— Companheiro, não adianta, não vai dar em nada. Ela é lésbica.
— De que região da Lésbia?

Mudando Uma Coisinha

O paciente começou a vestir suas roupas e disse para o médico:
- Muito obrigado! Eu sei que nós somos muito amigos e eu não quero estragar esta amizade lhe oferecendo dinheiro. Mas fique sabendo que eu coloquei você no meu testamento!
O médico então responde:
- Muito obrigado... Mas, por favor, posso dar uma olhada na receita médica que eu lhe dei? Acho que vou mudar uma coisinha...

O Troco... (Telefônica)

Toca o telefone...
- Alô.
- Alô, poderia falar com o responsável pela linha?
- Pois não, pode ser comigo mesmo.
- Quem fala, por favor?
- Edson.
- Sr. Edson, aqui é da TELEFONICA, estamos ligando para oferecer a promoção TELEFONICA linha adicional, onde o Sr. tem direito...
- Desculpe - interromper, mas quem está falando?
- Aqui é Rosicleide Judite, da TELEFONICA, e estamos ligando...
- Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
- ... bem, pode.
- De que telefone você fala? meu bina não identificou.
- 103
- Você trabalha em que área, na TELEFONICA?
- Telemarketing Pró Ativo.
- Você tem número de matrícula na TELEFONICA?
- Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
- Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da TELEFONICA.
- Mas posso garantir...
- Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a TELEFONICA.
- Ok.... Minha matrícula é 34591212
- Só um momento enquanto verifico.
(Dois minutos)
- Só mais um momento.
(Cinco minutos)
- Senhor?
- Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
- Mas senhor...
- Pronto, Rosicleide, obrigado por haver aguardado. Qual o assunto?
- Aqui é da TELEFONICA, estamos ligando para oferecer a promoção linha adicional, onde o Sr. tem direito a uma linha adicional. O senhor está interessado, Sr. Edson?
- Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, por que é ela que decide sobre alteração e aquisição de planos de telefones. Por favor, não desligue, pois essa ligação é muito importante para mim.
Coloco o telefone em frente ao aparelho de som, deixo a música Festa no Apê do Latino tocando no Repeat (eu sabia que um dia essa droga iria servir para alguma coisa!), depois de tocar toda á música, minha mulher atende:
- Obrigado por ter aguardado.... pode me dizer seu telefone pois meu bina não identificou..
- 103
- Com quem estou falando, por favor.
- Rosicleide
- Rosicleide de que?
- Rosicleide Judite (já demonstrando certa irritação na vóz)
- Qual sua identificação na empresa..
- 34591212 (mais irritada ainda!)
- Obrigada pelas suas informações, em que posso ajudá-la?
- Aqui é da TELEFONICA, estamos ligando para oferecer a promoção linha adicional, onde a Sra. tem direito a uma linha adicional.
A senhora está interessada?
- Vou abrir um chamado e em alguns dias entraremos em contato para dar um parecer, pode anotar o protocolo por favor......alô, alô!
- TUTUTUTUTU...
- Desligou.... nossa que moça impaciente!!!

Um padre de uma pequena cidade fica desapontado ao descobrir que alguém roubou sua bicicleta.

É uma cidade pequena e como ele não possui um carro, utilizava a bicicleta para chegar em todos os lugares. O mais preocupante é o fato de ele conhecer todos na cidade, já que todos são membros da sua congregação, e mesmo assim ele não consegue descobrir quem teria roubado seu bem mais valioso. Ele ainda reclamava sobre isso durante a reunião da igreja, quando um de seus diáconos vem com uma sugestão:
— Este domingo é uma grande oportunidade para pregar sobre os Dez Mandamentos, e quando chegar ao mandamento "Não roubarás" colocar uma maior ênfase, assim, o ladrão vai se consumir de culpa, se arrepender do pecado e devolver a sua bicicleta.
Todos concordam que é um grande plano, e no domingo com a igreja cheia ele começa a execução. Ele está forte, na metade do sermão sobre os mandamentos, mas muda de assunto e começa a pregar sobre o perdão. Depois que toda a missa se acaba e todos saíram da igreja, o diácono que ofereceu a ideia, questiona o padre:
— O que aconteceu? Eu pensei que você iria pregar fortemente contra roubar, para encontrar o ladrão.
E o padre responde:
— Bem, eu estava preparando para isso, mas quando cheguei no mandamento "Não cometerás adultério", de repente me lembrei onde deixei minha bicicleta.

Um cara só tinha 5 paus no bolso e estava com muita fome.

Entrou num restaurante e pediu o cardápio. Percorreu todas as opções.
Do filé mignon a 30 reais, foi descendo... filé com fritas a 25, spaghetti a 12, canja de galinha a 6.
— Porra! — disse ele.
— Não tenho grana nem pra comer o prato mais barato! — Chamou o garçom.
— Garçom, não existe nenhuma opção a 5 reais. É tudo que eu tenho!
— Um momento que eu vou falar com o dono.
Logo voltou e disse:
— Falei com ele e ele me autorizou a oferecer pro senhor o nosso prato alternativo.
— E qual é?
— Canja de Papagaio. — disse o garçom.
— Porra! Nunca ouvi falar nisso.
Como a fome era muito, mandou bala.
— Tá bom. Manda a canja de papagaio.
Nesse momento, sentiu um puxão na barra da calça, por debaixo da mesa. Era o papagaio, que disse:
— Currupaco! Pode pedir a galinha que eu pago a diferença!

O rapaz vai com um amigo ao estádio assistir um jogo de futebol.

Como a casa da avó fica no caminho ele resolve dar uma passadinha para cumprimenta-la. Aproveitando a presenca do neto, a velhinha pede para ele consertar um vazamento na pia da cozinha. Enquanto isso ela leva o amigo do neto para a sala e oferece-lhe uma bebida. Junto com o copo está um pratinho de amendoins que o rapaz come sem parar, um por um. Tarde demais ele percebe que comeu tudo que havia no prato. Na hora de ir embora ele agradece calorosamente a avó do amigo:
— Origado pelo amendoim... Espero nao ter abusado, não lhe deixei nenhum, desculpe! A vovó, amavel, responde:
— Não tem problema, meu filho. De qualquer jeito não posso come-los. Depois que perdi meus dentes eu só lambo o chocolate que vem em volta.

Papagaio dedo duro

A senhora foi comprar um bicho de estimação, mas não
queria nada trabalhoso. Então o vendedor ofereceu um
papagaio:
- Ele é muito esperto e falante. Só que antes morava
em um prostíbulo e, às vezes, pode falar alguma
besteira... Nada demais!
Ela levou. Chegando em casa, o bicho soltou essa:
- Casa nova! Cafetina nova! Curupaco!
A dona até achou engraçado.
Aí, chegam as filhas e o marido:
- Casa nova! Cafetina nova! Meninas novas! Oi, Pedrão!

Pinico

A mulher estava se afogando e o matuto a salvou. Como recompensa a mulher ofereceu-lhe qualquer coisa que ele desejasse. O mesmo muito emocionado falou:
- Qualquer coisa mesmo!?
- Sim, qualquer coisa - disse ela.
- Quero que você me mate - disse o matuto.
- Como é que voce quer morrer? - perguntou a mulher.
E o matuto respondeu:
- Quero que você me mate com aquele negocinho de mijar.
Imediatamente a mulher pegou um pinico e largou na cabeça dele.

Haviam três loiras em uma ilha querendo voltar para o continente.


Até que encontraram um gênio que ofereceu um pedido a cada uma.
A primeira pediu pra ser muito inteligente. Plim, realizado o desejo ela construiu uma jangada e saiu da ilha.
A segunda pediu pra ser mais inteligente que a primeira. Plim, realizado o desejo ela virou morena, construiu uma canoa e tambem saiu da ilha.
Já a terceira pediu pra ser mais inteligente que as outras duas. Plim, virou homem, e atravessou a ponte!

O Gaúcho e o Genio

O gaúcho muito macho vira-se para o seu filho e diz:
- Guri, me encilha um alazão que eu vou num baile na cidade.
Logo o menino aparece com o cavalo encilhado, ele monta e sai em direção da cidade.
Um pouco adiante, encontra uma lâmpada reluzindo no meio dos pedregulhos. Desce do cavalo, apanha a lâmpada, esfrega-a e se depara com um gênio que lhe oferece a possibilidade de realizar três desejos.
- Eu quero ser bonito como o Antonio Banderas! - pede ele, em primeiro lugar.
Plim! Ele se transforma no Antonio Banderas.
- Agora, eu quero ter a guaiaca cheia de dólares.
Plim! Logo, ele está abarrotado de dólares.
- Agora eu quero ter o sexo do tamanho do animal que eu estou montado!
Plim! Ele agradeceu e assim que o gênio se despediu, ele abaixou as calças para conferir:
- Maldito guri, me encilhou uma égua!

Pescar Sozinho

Um dia o mineiro resolveu pescar sozinho porque já estava cheio de tanta gente em volta dele. Vara na mão, lata de minhoca e lá vai ele pro rio, bem cedinho. No caminho ele encontra um caboclinho que começa a acompanhá-lo.
E o mineiro já pensando: "Ô saco, será que esse caboclinho vai ficar grudado ni mim?".
Chegaram no rio e o caboclinho do lado sem falar nada.
O mineiro se arruma todo, começa a pescar e também não fala nada.
Passam 3 horas e o caboclinho acocorado olhando sem dar um pio.
Passam 6 horas e o caboclinho só zoiando ...
Já no finalzinho do dia o mineiro ficou com pena e oferecendo a vara pro caboclinho disse:
— O mininim, qué pesca um cadim?
E o caboclinho responde:
— Deus me livre moço, tem paciênça não, sô!

Vendedor Exemplar

Um padre estava distribuindo Bíblias para as pessoas venderem e ajudarem na reforma da igreja. De repente, chega um gago oferecendo seus serviços: - Pa...pa...padre, eu ga..go...gosta...taria de aju...ju...da...dar a ve...ve...nder bi...bi...bíblias! Comovido com a tentativa de colaborar, o padre deu um lote de Bíblias para o gago. No final da tarde, durante o acerto de contas, o padre ia perguntando para os colaboradores: - Você, quanto vendeu? - Vendi duas - E você? - Vendi uma - E você, quantas você vendeu? - perguntou para o gago! - Eu va...ve...ndi tu...tudo. - Tudo?! - espantou-se o padre - Mas como? - É sa...simples: eu cha...chegava pa..pra pe..pessoa e pa...pe...pe... perguntava: o se...senhor va..vai ca..comprar a bi..bíblia ou ca...quer que...que eu le... le... leia?

Amendoins

O motorista do ônibus de uma excursão para senhoras da terceira idade sentiu uma das velhinhas batendo no seu ombro, oferecendo um punhado de amendoins torrados.

— Ah, obrigado! Disse ele, enquanto pegava o saquinho de amendoins.

Depois de uns dez minutos a velhinha volta, bate no seu ombro e oferece mais um saquinho de amendoins.

- Obrigado, de novo!

Resumindo a estória, a cena se repetiu umas dez vezes. Aí, já meio cabreiro, ele perguntou:
— Por que vocês estão me dando todos os saquinhos de amendoim, em vez de comerem? Vocês não gostam de amendoim?

— Ah, meu filho, nós não temos mais dentes e não agüentamos mastigar os amendoins...

— Então porque vocês compraram tantos saquinhos assim?

— É que nós adoramos o chocolatinho que tem em volta...

Um padre estava distribuindo bíblias para as pessoas venderem e ajudarem na reforma da igreja.

De repente, chega um gago oferecendo seus serviços:
— Pa... pa... padre, eu ga... go... gosta... taria de aju... ju... da... dar a ve... ve... nder bi... bi... bíblias!
Comovido com a tentativa de colaborar, o padre deu um lote de Bíblias para o gago. No final da tarde, durante o acerto de contas, o padre ia perguntando para os colaboradores:
— Você, quanto vendeu?
— Vendi duas.
— E você?
— Vendi uma.
— E você, quantas você vendeu? — perguntou para o gago.
— Eu va... ve... ndi tu... tudo.
— Tudo? — espantou-se o padre — Mas como?
— É sa... simples: eu cha... chegava pa... pra pe... pessoa e pa... pe... pe... perguntava: o se... senhor va... vai ca... comprar a bi... bíblia ou ca... quer que... que eu leia?

Uma executiva de uma grande empresa, recém nomeada, faz a sua primeira viagem de negócios, para o Rio de Janeiro.


À noite sentiu-se sozinha e com uma sensação de liberdade que nunca havia sentido antes. Decidiu chamar uma dessas empresas de acompanhantes, cujos folders de propaganda estão nas mesas dos quartos de todos dos hotéis nas grandes cidades. Localizou, sem dificuldade, um que oferecia serviço masculino,denominado ferótico.
Com o encarte nas mãos molhadas de suor pela expectativa discou o número marcado.
— Alô! atendeu uma voz masculina marcadamente sensual.
— Alô. Eu preciso de uma massagem... Não, espera! Na realidade o que eu quero é tudo! Uma grande e duradoura sessão de amor, mas tem de ser agora!
Estou falando sério! Quero que dure a noite inteira! Estou disposta a fazer de tudo, participar de todas as fantasias que vocês inventarem. Traga tudo o que tiver de acessórios, algemas, chicotes, dildos, pomadas, quero ficar a noite inteira e fazendo de tudo! Vamos começar passando geléia no corpo um do outro, depois vamos nos lamber mutuamente até o prazer... Ou você te alguma idéia mais gostosa? O que você acha?
— Bem, na verdade me parece fantástico.... Mas... para chamadas externas a senhora precisa discar o número zero primeiro!!

Um magnata chega em um restaurante acompanhado por umas 4 mulheres, e um papagaio.

Ele escolhe a melhor mesa, e pede o que há de mais caro no cardápio, distribui bebida, compra tudo o que as mulheres pedem. Mas o mais estranho é que ele pede 32 sanduiches para o papagaio. A cena se repete por mais de seis meses, todas as semanas o mesmo magnata, outras mulheres mais bonitas ainda, e os 32 sanduiches para o papagaio. Um dos sócios do restaurante ficou curioso, mas não sabia como perguntar, e elém do mais tinha medo de perder o cliente. Então ele começou a oferecer bebidas de cortesia, brindes, para o magnata. Com o tempo foram se tornando amigos, até que um dia ele tomou coragem:
— Sabe, eu sempre fico intrigado... como esse papagaio consegue comer tanto? - Ah, esse papagaio é o resultado de uma longa história, vou te contar. Minha família sempre foi rica, e a cada ano passavamos as férias em um local diferente, até que no ano passado estávamos no Egito e eu encontrei uma garrafa com um Gênio no deserto, então tive direito a tres pedidos. O primeiro foi que eu tivesse lucro de 50% em todos os negócios que fizesse, o segundo foi que as mulheres mais bonitas do mundo sempre viessem até mim. Na hora do terceiro pedido eu pensei:
— Com tanta mulher e tanto dinheiro.... *** Pedi Um PASSARINHO INSACIÁVEL!!!!!! ***

La estava o ceguinho passeando com o seu pastor alemão quando o mesmo deu uma imensa mijada no pé do cego.

O ceguinho põe a mão no bolso, retira um biscoito e oferece ao cachorro. As pessoas que presenciaram o ato, vão até o ceguinho e comentam:
— Que maravilhoso coração tem o senhor, mesmo após o cachorro ter lhe molhado o pé, o senhor ainda lhe dá biscoito.
— É que estou tentando localizar a cabeça do desgraçado!

A Bailarina

A mulher estava sentada em um bar.
Ela era do tipo liberada, não raspava o sovaco e estava vestida com uma camiseta sem mangas.
De 20 em 20 minutos ela levantava um braço pra pedir mais uma cerveja e todo mundo via aquele chumação debaixo do braço da moça.
Algum tempo depois um sujeito já bebum entrou no bar.
Depois de algum tempo, ele chamou o garçom e falou:
- Eu queria oferecer um drinque àquela bailarina.
- Como é que você sabe que ela é bailarina? - perguntou o garçom.
- Pra levantar a perna naquela altura, só pode ser bailarina!

Vendedor de Aspirador de Pó

Uma dona de casa, num vilarejo, ao atender as palmas em sua porta...
— Ô de casa, tô entrando!
Ela se depara com um homem que vai entrando em sua casa e joga esterco de cavalo em seu tapete da sala. A mulher apavorada pergunta:
— O senhor está maluco? O que pensa que está fazendo em meu tapete?
O vendedor, sem deixar a mulher falar, responde:
— Boa tarde! Eu estou oferecendo ao vivo, o meu produto, e eu provo pra senhora que os nossos aspiradores são os melhores e mais eficientes do mercado, tanto que vou fazer um desafio: se eu não limpar este esterco em seu tapete, eu prometo que irei comê-lo!
A mulher se retirou para a cozinha sem falar nada. O vendedor curioso, perguntou:
— A senhora vai aonde? Não vai ver a eficiência do meu produto?
A mulher responde:
— Vou pegar uma colher, sal, pimenta e um guardanapo de papel. Também uma cachaça para te abrir o apetite, pois aqui em casa não tem energia elétrica!

Teste da Banheira

Durante a visita a um hospital psiquiátrico, um dos visitantes perguntou ao diretor:
— Qual é o critério pelo qual vocês decidem quem precisa ser hospitalizado aqui?
O diretor respondeu:
— Nós enchemos uma banheira com água e oferecemos ao doente uma colher, um copo e um balde e pedimos que a esvazie. De acordo com a forma que ele decida realizar a missão, nós decidimos se o hospitalizamos ou não.
— Entendi — disse o visitante — uma pessoa normal usaria o balde, que é maior que o copo e a colher.
— Não — respondeu o diretor — uma pessoa normal tiraria a tampa do ralo. O que o senhor prefere? Quarto particular ou enfermaria?

Cantada Econômica

Dizem as más línguas que o Bernardo Cabral conseguiu conquistar o coração da Zélia através da seguinte cantada, numa das festas na Casa da Dinda:
— Sabia que você é o melhor investimento dessa festa?
— Se você está procurando aplicações de curto prazo, pode reduzir seus gastos com as palavras. Sou uma mulher de renda fixa!
Bernardo Cabral percebeu então que deveria aumentar seu capital de risco:
— Gosto de mulheres assim. Oferecem mais segurança. Essas palavras só garantiram sua valorização!
Zélia, nervosa, remexeu uns papéis na bolsa e subscreveu um lote de desconfiança.
— Quer dizer que minha cotação não caiu?
Cabral sorriu, um sorriso cheio de superávit.
— Pelo contrário! Eu já não consigo conter a inflação dos meus sentimentos... juro!
— De quanto?
Ele cochichou-lhe qualquer coisa no ouvido e ela arregalou os olhos. Com certeza, há tempos não encontrava um homem oferecendo taxas tão altas. Insegura, oscilando como as variações da TR, ela permaneceu em silêncio e ele foi em frente, decidido a obter seu quinhão.
— Você parece triste, em déficit com a vida. Seu IBV médio está em baixa?
— É claro. Há um grande desequilíbrio entre a oferta e a procura — disse ela — os homens não parecem interessados em aplicações a longo prazo. Além disso, sofri uma queda e tive um corte no orçamento.
— Escuta. Por que não saimos daqui? Vamos lá para o meu apartamento? Acho que poderemos fazer um belo programa... de ajuste fiscal.
— Isso é muito commodities pra você!
— Ora vamos! Prometo não lhe envolver em ações ordinárias.
Enquanto ela fazia a conversão da dívida, ele aumentou os incentivos:
— Percebo, pelas projeções dos meus desejos, que temos um grande mercado futuro pela frente. Podemos até adotar um redutor.
Era o que ela precisava ouvir para que a noite rendesse dividendos e bonificações. Ao chegarem a casa, ele, como bom investidor, não perdeu tempo e remunerou o ouvido dela com um pedido:
— Posso transferir alguns recursos líquidos?
Zélia o empurrou.
— Você está muito ativo. Respeite ao menos minha poupança interna.
Cabral, porém, não estava ali para ficar ouvindo sermões e pregões e, antes que ela resolvesse iniciar uma negociação que sabe-se lá quando terminaria, ele aproximou-se e disse baixinho:
— Sabe do que eu gostaria? De botar no teu fundão!
Ela transferiu suas ações (preferenciais) para o fundo e entregou-se como cheque ao portador:
— Tudo bem, mas desde que o seu PIB pare de crescer!

Um homem gordo viu um anuncio no jornal oferecendo um tratamento revolucionário para acabar com os quilos a mais.

Ele foi na hora ate a clinica. La foi informado que haviam dois métodos, um custava R$ 100,00 e outro R$ 1000,00. Ele pediu o mais barato, só para experimentar. O gordo foi levado a um vestiário, onde mandaram-no despir-se. Depois disseram para ele subir numa balança, depois de pesado fizeram-no entrar em uma porta. Achou-se dentro de uma sala espaçosa, de repente abre-se uma porta no outro lado da sala e sai um mulherão, toda nua, que disse para ele:
— Se me pegar sou sua! - e começou a correr. O gordo não perdeu tempo, abriu atras do avião. Correu, correu, mas não conseguiu alcança-la, e depois de uma meia hora abriu-se uma porta e mulher entrou fechando-a. Então abriram outra porta e recolheram o gordo, já com os bofes de fora, e o colocaram sobre uma balança, emagreceu três quilos em meia hora! O gordo ficou todo alegre, e pensou, se o mais barato tinha um mulherão daquele, o mais caro deve ser uma loucura, um monte de mulheres lindas, ai fica mais fácil eu pegar uma! Depois de uma semana, o gordo se preparou e foi lá na clinica, pagou a grana sem pestanejar, fez o mesmo ritual de pesagem e despiu-se e entrou todo feliz no salão. A porta abriu-se e ao invés de sair uma mulher, saiu um negão que parecia um guarda-roupa, nu da silva e armado, e disse pro gordo:
— Se eu te pegar, te como!

Em uma noite chuvosa, dois carros se chocam em uma estrada.

Um pertencia a um advogado, o outro a um médico. Ao sair de seu automóvel, o médico, preocupado, se dirige ao carro do advogado e pergunta se ele está ferido, examina-o brevemente e constata não haver nada de grave. Só então os dois passam a verificar o estado dos carros e como se deu a batida. Chegam a conclusão de que não havia como escapar do acidente na situação em que tinha acontecido: a estrada estava molhada, escura e mal sinalizada. Como, todavia, o advogado já tinha ligado para a policia rodoviária, resolveram ficar esperando enquanto a viatura não chegava, para avisar aos policiais que cada um ia assumir seus prejuízos. Conversa vai, conversa vem, o advogado vai ficando íntimo do médico e até lhe oferece uísque. O médico aceita, bebe três goles longos e pergunta:
— 'E você, amigo, não vai beber?' O advogado responde:
— 'Só depois que a policia chegar'.

Casal de Economistas

Os economistas, vocês sabem, expressam-se num dialeto pouco compreensível para um cidadão comum. A seguir, um breve relato de um fato em um coquetel com a participação maciça de Economistas. No meio aos comes-e-bebes, um clássico economista estava galinhando as mulheres presentes ou, como ele preferia dizer: "Especulando no mercado feminino de opções". Vi quando ele se aproximou de uma economista do IBGE e disse-lhe, galanteador:
— Sabe que você é o melhor investimento desta festa?
Ela virou-se para o coleguinha e respondeu, séria e surpresa:
— Se você está procurando aplicações a curto prazo, pode reduzir seus gastos de palavras. Sou uma mulher de renda fixa!
O galanteador considerou que deveria aumentar seu capital de risco!
— Gosto de mulheres assim. Oferecem mais segurança. Essas palavras só garantiram sua valorização!
A mulher, nervosa, remexeu uns papéis na bolsa e subscreveu um lote de desconfiança:
— Quer dizer que minha cotação não caiu?
O economista sorriu, um sorriso cheio de superávits:
— Pelo contrário. Eu já não consigo conter a inflação dos meus sentimentos... juro!
— De quanto?, ela perguntou.
Ele cochichou-lhe qualquer coisa no ouvido e ela arregalou os olhos.
— Com certeza, há tempos não encontrava um homem oferecendo taxas tão altas.
Insegura, oscilando com as variações da TR, ela permaneceu em silêncio e ele foi em frente, decidido a obter seu ganho.
— Você parece triste, em déficit com a vida. Seu IBV médio está em baixa?
— É claro. Há um grande desequilíbrio entre a oferta e a procura — disse ela — os homens não parecem interessados em aplicações a longo prazo. Além disso, sofri uma queda e tive um corte no orçamento esquerdo.
O rapaz achou que era o momento de iniciar uma promessa de vendas:
— Escuta. Por que não saímos daqui? Vamos para um lugar mais tranquilo. Acho que poderemos fazer um belo programa de ajuste fiscal.
A mulher fez uma expressão superior e respondeu por cima do ombro:
— Isso é muito commodities para você!
— Ora vamos. Prometo não lhe envolver em ações ordinárias.
Enquanto ela fazia a conversão da dúvida, ele aumentou os incentivos:
— Percebo, pelas projeções dos meus desejos, que temos um grande mercado futuro pela frente. Podemos até adotar um redutor.
Era o que ela precisava ouvir para que a noite rendesse dividendos e bonificações. Ao chegarem ao apartamento dele, ele, como bom investidor, não perdeu tempo e remunerou o ouvido dela com um pedido:
— Posso transferir alguns recursos líquidos?
A mulher empurrou-o.
— Você está muito ativo! Respeite ao menos minha poupança interna.
O economista, porém, não estava ali para ficar ouvindo sermões e pregões e, antes que a moça resolvesse iniciar uma negociação — que sabe-se lá quando terminaria —, ele aproximou-se e disse baixinho:
— Sabe do que eu gostaria? De aplicar imediatamente no fundão! Posso?
A moça transferiu suas ações (preferenciais) para o fundo e disponibilizou-o como um cheque ao portador:
— Pode! — mas fez uma ressalva: — Desde que o seu PIB não cresça acima de 15% da base atual, para não prejudicar meu budget. Ok?

É uma festa muito animada e a garotada se diverte a valer.

Numa das mesas, estão Joãozinho e sua mãe, dona Maria. Dona Maria conversa animadamente com as amigas. Lá pelas tantas, Joãozinho diz à mãe:
— Mãe, quero ir ao banheiro.
— Peraí, menino. Espera um pouco.
Cinco minutos depois, Joãozinho insiste:
— Mãe, quero ir ao banheiro fazer pipi.
Dona Maria não quer perder a conversa que está muito animada.
— Peraí, menino. Daqui a pouco a gente vai.
Joãozinho insiste.
— Mãe, quero ir ao banheiro fazer pipi. Não dá para esperar mais.
Percebendo o aperto do Joãozinho, uma das das amigas se oferece para levá-lo. Pega na mão dele e os dois saem. Meia hora depois, voltam os dois. A amiga que foi levar Joãozinho ajeita o penteado, e fala pra dona Maria.
— Esse seu filho é bem crescidinho, não é dona Maria? Qual a idade dele?
— Vinte e oito anos.

Após 35 anos de trabalho, chegou o último dia de Moacir como carteiro.

Na primeira casa de sua rota foi recebido com aplausos e presenteado com uma linda camisa. Na segunda, recebeu de presente uma caixa de charutos cubanos. A família da terceira deu-lhe um kit completo de pescaria. O carteiro estava radiante de felicidade. Chegou na casa da loira mais gostosa do pedaço:
— Entre, seu Moacir — disse a loiraça abrindo a porta de sua casa.
Assim que ele entrou, ela o pegou pelas mãos e o levou até seu quarto. Transaram por horas. Depois de quase matar o carteiro de tanto prazer, a loira ainda lhe ofereceu um delicioso café da manhã. O carteiro observava cada detalhe quando percebeu que embaixo de sua xícara de café havia uma moeda de 25 centavos.
— Foi tudo maravilhoso! — disse o velho carteiro — Mas por que essa moeda de 25 centavos?
— Ah! Isso aí é coisa do meu marido. É que, quando eu disse pra ele que pretendia fazer algo especial pelo seu último dia, ele disse:
"Foda com ele, dê esses 25 centavos!". Já o café, foi idéia minha...

Lula visita o hospício

Durante uma visita, dessas demagógicas, a um asilo de loucos, o Presidente Lula pergunta ao diretor qual o critério para definir se um paciente está curado ou não.
- Bem - disse o diretor - nós enchemos uma banheira, oferecemos uma colher de chá e uma xícara, e pedimos para ele esvaziar a banheira.
- Já entendi - disse Lula - uma pessoa normal escolhe a xícara, que é maior.......
- Não - responde o diretor - uma pessoa normal tira a tampa do ralo...

Num dia destes, um casal (casado) de bichas tem a maior discussão, pois uma desconfiava que a outra lhe tivesse traindo, conclusão: ficaram sem se falar, uma pu*a da vida com a outra. Chega a noite, uma delas (B1) está de frente a televisão vendo um programa interessantíssimo, quando vê a companheira (B2) passar da cozinha para o quarto com uma xícara. Pu*a da vida pensa:
— E esta bicha velha nem p/ me oferecer o cafezinho que ela fez ... 20 segundos depois B2 passa de novo do quarto p/ a cozinha e de lá p/ o quarto carregando a xícara na mão com o maior cuidado para não derramar. E assim vai, depois de dez vezes, B1 já pu*a da vida com aquele passa p/ lá, passa p/ cá interminável vira p/ B2 e grita:
— Po*ra! Ce quer parar com esta pentelhacao de passar para lá e para cá? Tô querendo ver este programa. E B2 revoltada:
— Sua ingrata! O nosso colchão está pegando fogo, e eu estou jogando água p/ tentar apagar...

Ligação do Telemarketing

Toca o celular...
— Alô.
— Alô, senhor Guilherme?
— Sim.
— Senhor Guilherme, aqui é da companhia telefônica, estamos ligando para oferecer a promoção 1382 minutos, onde o senhor tem direito...
— Desculpe — interrompo, mas quem está falando?
— Aqui é Rosicleide Judite, e estamos ligando...
— Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
— Bem,... pode.
— Você trabalha em que área, nessa companhia?
— Telemarketing Pró Ativo.
— Você tem número de matrícula na companhia?
— Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
— Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da companhia telefônica.
— Mas posso garantir...
— Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com essa companhia.
— Minha matrícula é 6676159.
— Só um momento enquanto verifico.
(Dois minutos)
— Só mais um momento.
(Cinco minutos)
— Senhor?
— Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
— Mas senhor...
— Pronto, Rosicleide, obrigado por haver aguardado. Qual o assunto?
— Aqui é da companhia telefônica, estamos ligando para oferecer a promoção 1382 minutos, onde o senhor tem direito a falar 1300 minutos e ganha 82 minutos de graça, além de poder enviar 372 torpedos totalmente grátis. O senhor está interessado, senhor Guilherme?
— Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, por que é ela quem decide sobre alteração de planos de telefones celulares. Por favor, não desligue, pois essa ligação é muito importante para nós.
Coloco o celular em frente ao aparelho de som, deixo a música Festa no Apê do Latino tocando repetidamente e vou para o bar tomar uma cervejinha...

Um jovem vendedor ambulante oferecia, numa cidadezinha do interior, um maravilhoso "Elixir da Longa Vida".


Na praça central, gritava com eloqüência:
— Todo dia tomo uma colher de elixir e olhem que já vivi 300 anos!
Ouvindo isso, os espectadores logo correram às bancas abarrotadas de vidros, onde um garoto atendia a multidão.
Foi quando um outro negociante, esperto, resolveu desmascarar a charlatanice.
Foi até o garoto e perguntou em voz alta e firme pra todo mundo ouvir:
— Que história essa? O seu patrão já viveu trezentos anos?
— Não tenho certeza — respondeu o menino. — Só trabalho para ele há 120 anos.

João estava num trem com seu amigo fernando,duas cadeiras na frente estava sentado careca forte, quando fernando ao notar a presença do indivíduo, virou-se para o joão e disse:
Te dou r$ 100,00 se você der uma porrada na cabeça daquele careca, e sem perguntas.
João ao ver o tamanho daquele indivíduo, pensou, pensou, e falou para o fernando:
Tudo bem sem perguntas, lá vai.
Chegou atrás do careca e deu-lhe uma porrada com toda a força na nuca, e falou:
Olá josé, você por aqui, a quanto tempo heim?
O careca meio que assustado, virou-se para o joão e disse:
Que josé que nada, tá maluco! porra.
E joão disse:
Deixa de bobeira josé é você mesmo!
O careca respondendo:
Saí daqui! não sei nem quem é esse josé.
Nisso joão voltou para o lado de fernando e rece- beu os r$ 100,00. fernando fez outra proposta para joão, que ele teriá que dar outra porrada na cabeça do careca, e receberiá r$ 500,00, claro sem perguntas. joão pensou, pensou, e aceitou.
Tomou uma distância grande e no embálo deu uma porrada com toda a força na cabeça do careca; pou! e disse:
Mas é você mesmo josé, estava com dúvidas, mas agorá não tenho mais, como você está meu amigo?
Nisso o careca puto da vida, levantou-se e falou para o joão:
Cara vaza daqui se não te cobrirei de porrada até o final dessa viagem, josé é o caralho porra!!!
Nisso joão voltou para o lado do seu amigo e rece- beu os seu r$ 500,00. enquanto isso o careca indignado, passou para o vagão da frente, para evitar confusões. fernando muito do puto, pois não conseguiu com que joão leva-se uma porrada, ofereceu a joão se ele quize-se r$ 1.500,00 para que desse uma porrada na cabeça do careca, nisso joão pensou consigo mesmo.... (tó fudido, se for de novo vou apanhar como nunca na vida, mas não posso recusar esse dinheiro.) virou-se para fernando e aceitou a proposta, claro sem perguntas. pensou, pensou, pensou, e foi numa correriá só atravessou o vagão e com a velocidade que deus lhe deu encheu o pulmão e deu uma porrada com toda a força na cabeça do careca, dizendo-lhe:
Puta que pariu josé, você estava aqui, dei duas porradas na cabeça de um careca pensando que era você, e você estava aqui josé.

Num bar chega um fregues e pede para o balconista uma pinga , o balconista serve uma dose de pinga acima da media, o cara toma tudo de uma vez. O balconista o adverte:
— Sr. aqui neste bar todos que tomam uma pinga jogam um pouco no chao e oferecem para o santo.
O fregues muito mal educado vira para o balconista e lhe da uma banana dizendo:
— Pro santo eu dou uma banana!!!
Fez o gesto com o braco , neste momento seu braco endureceu de tal forma que nao mexia de jeito algum , desesperado diz ao balconista - Meu deus , o que aconteceu Balconista:
— O Sr. ofendeu o santo e ele lhe castigou , mas como eh a primeira vez que o sr vem ao bar vou resolver seu problema.
Chamou todos os fregueses, e pediu para todos rezarem e fazerem uma corrente de oracoes, enquanto todos rezavam o braco do sujeito foi voltando ao normal.
Um velhinho viu tudo e ficou espantado com a cena , foi ao balconista e pediu uma pinga, tomou tudo de uma vez.
O balconista perguntou :
— E pro santo??
O velhinho abaixou as calcas tirou o pinto pra fora e disse:
— Ó pro santo!
Seu pinto endureceu na hora , ele tirou um 38 da cinta e disse:
— Se alguem rezar aqui eu mato!!!!

O marido e esmurra a porta, bem na hora que a morena escultural está na cama, se divertindo com o amante, que se desespera:
— Ai, meu Deus! O que vamos fazer?
— Calma, eu sei o que fazer! — tranqüiliza ela — Fica em pé ali no cantinho!
— No cantinho? Tá louca? O seu marido vai me ver!
— Faz o que eu estou falando, rápido!
Mais do que depressa o sujeito fica parado como ordenou a morena, que pega um balde de óleo e joga sobre ele, que não entende nada. Pra completar ela pega um pote de talco e derrama sobre o corpo do coitado.
— Não se mexe até eu mandar! Finge que é uma estátua!
Então o marido entra, a mulher tenta disfarçar e ele pergunta:
— Posso saber o que é isso?
— Ah, meu bem... É só uma estátua! A família Silva colocou uma no quarto deles e eu gostei tanto que comprei uma igualzinha pra gente!
Então o marido olhou com desprezo, resmungou e deitou na cama pra assistir televisão. Viu a novela inteira e nem foi ao banheiro nos comerciais, assistiu um filme de três horas e não pregou os olhos.
Já eram duas da manhã e o marido ainda estava assistindo televisão. A morena já tinha pego no sono e a Ricardão firme, agüardando o momento de fugir.
Quando, para a alegria do ricardão-estátua, o marido finalmente se levanta e vai até a cozinha preparar um sanduíche.
O Ricardão abre a janela e tenta tomar coragem para pular quando o marido corno volta com um sanduíche e uma lata de cerveja. O Ricardão consegue disfarçar. Então o marido chega bem perto dele e diz:
— Toma, cara... Come e bebe alguma coisa! Eu fiquei dois dias que nem um idiota no quarto da família Silva e nem um copo de água me ofereceram!

Basta pensar que existem piadas baseadas na verdade que podem derrubar governos, ou piadas que fazem as meninas rirem. Muitos oferece firulas piadas e trocadilhos são piadas que deveriam ser engraçadas, mas algumas podem ser ofensivas. Quando as piadas vão longe demais, são cruéis ou racistas, tentamos silenciá-las e é ótimo se você nos der feedback sempre que uma piada se tornar intimidadora e inadequada.

Sugerimos usar apenas oferece canguru brincadeiras para adultos e blagues para amigos. Algumas das piadas sujas e sujas são engraçadas, mas use-as com cautela na vida real. Tente se lembrar de piadas engraçadas que você nunca ouviu para contar a seus amigos e elas vão fazer você rir.

Piadas